Albertsons aos 80 anos

Esta é a terceira maior rede de supermercados dos Estados Unidos. Suas vendas anuais estão acima de 62 bilhões de dólares num universo de 2.252 lojas. Como tudo começou? Quais foram seus principais momentos?

Em 21 de julho de 1939, Joe Albertson abriu sua primeira loja em Boise, Idaho onde ainda hoje fica a sua sede. O sucesso da rede ainda é baseado em sua famosa frase “qualquer um pode vender uma lata de feijão; nós vendemos bons serviços.”

Em 1941 já operava três lojas na cidade. Em 1951 comprou duas lojas em Salt Lake City, no vizinho estado de Utah. No ano de 1959 abriu seu capital e se tornou uma sociedade anônima. Com a aquisição, em 1963, de três lojas em Casper entrou em outro estado vizinho, o Wyoming. Chegou a ser a 25º rede do país em 1964, no seu 25º aniversário.

Adquiriu em 1972 um atacadista em Boise e estabeleceu o seu Centro de Distribuição. Entrou no estado de Nebraska, em Omaha, em 1981, com uma loja de 5.500 metros quadrados, um formato denominado “Combination Store” com alimentos, não alimentos e uma drogaria.

Em 1989 já operava 497 lojas em 17 estados americanos, 127 combo stores, 175 superlojas, 167 supermercados convencionais e 28 lojas depósito. Sua grande expansão surgiu com a fusão com a rede American Stores, em 1999, uma das maiores redes do país, com 2474 lojas e vendas de 19 bilhões de dólares.

Em 2001, já era a terceira rede americana com vendas de 30,2 milhões de dólares, atrás somente das redes Kroger e Safeway.
Em 2006 vendeu grande parte da empresa para a Supervalu, foram 1.110 lojas, e caíram para a décima quarta posição no ranking americano.

 

É curioso, mas em 2013 eles compraram de volta não só suas lojas, mas toda a rede Supervalu. No ano seguinte anunciaram uma fusão com a rede Safeway e voltaram para a terceira posição no ranking americano com vendas de 56 milhões de dólares.

Em 2017 continuavam como a terceira maior rede americana operando 2.320 lojas e vendas de 61 milhões de dólares. Essa é a história dessa histórica rede supermercadista americana.

Algumas máximas da empresa:

– Albertsons atende seus clientes colocando-os em primeiro lugar. A tecnologia nos ajuda a servi-los quando, onde e como eles desejam comprar.
– Somos empreendedores conectados. Nós pensamos como proprietários e não temos medo de tomar decisões difíceis a fim de ganhar mercado.
– Quando se trata de inovar as lojas, estamos sempre pensando na próxima geração.
– Penso que as lojas devem ser destinos culinários onde os clientes podem explorar, consumir e aprender sobre comida em um ambiente descontraído e divertido.
– Em outras palavras, estamos criando lojas da próxima geração hoje, combinando um nível superior de mix de produtos sempre frescos, produtos da mais alta qualidade e uma atmosfera realmente divertida.

Condensado da revista Progressive Grocer

Antonio Carlos Ascar é estudioso das tendências mundiais do varejo de autosserviço. Graduado e pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV (SP), e especialização em Empreendedorismo pela Babson College de Boston (EUA). É autor do livro Glossário Ascar de Termos Supermercadistas e do livro Distribuindo as Camisas, (à venda no site www.mercadolivre.com.br). Por 31 anos foi diretor executivo do Grupo Pão de Açúcar, implantou diversos formatos de loja como: Extra, Minibox, Superbox, Peg Faça, Express, entre outros. Atualmente é consultor e sócio diretor da Ascar & Associados, empresa de consultoria que atua na prestação de serviços a redes supermercadistas. Ascar é também palestrante internacional, consultor de varejo da Abras e articulista da revista SuperHiper, publicação da Abras. www.ascarassociados.com.br.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados