Amazon quer liderança em publicidade dentro de supermercados

Empresa quer replicar nas lojas físicas o sucesso da estratégia de divulgação de produtos em seu marketplace

A Amazon anunciou recentemente que pretende vender espaços publicitários dentro de suas lojas Amazon Fresh nos Estados Unidos a partir deste trimestre. Em um primeiro momento, as ações se concentrarão na sinalização digital no PDV, mas, mais adiante, deverão avançar para carrinhos de compra, terminais de pagamento e até mesmo as portas das geladeiras.

Um diferencial que vem sendo explorado pela empresa é sua capacidade de analisar dados para fazer o match entre as necessidades da indústria e o comportamento dos clientes. A ideia é personalizar ao máximo as interações para aumentar a rentabilidade de cada espaço de publicidade dentro da loja física.

Entre as métricas que serão usadas pela Amazon para definir a exibição de anúncios dentro das lojas estarão o número estimado de visualizações, a distribuição geográfica dessas visualizações e os dados de vendas de cada SKU.

Com isso, a Amazon entra em uma arena que vem sendo fortemente disputada pelas redes de supermercados: o uso de seus espaços exclusivos (o interior dos PDVs) para a venda de publicidade direcionada e personalizada. Redes como Walmart, Target e Kroger desenvolvem esse tipo de ação há anos, enquanto varejistas de outros segmentos, como Macy’s, Walgreens, CVS e Instacart, ampliaram suas ações de mídia in-store. A eMarketer estima que, em 2023, esse será um mercado de US$ 50 bilhões apenas nos EUA e representará cerca de 20% do orçamento de publicidade digital da indústria de bens de consumo.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados