Cerveja Therezópolis é comprada por Coca-Cola FEMSA e Andina

Negócio faz parte da estratégia da Coca-Cola para completar o portfólio no Brasil. Anúncio acontece após mudança de distribuição da Heineken

A Coca-Cola FEMSA e a Andina, ambas engarrafadoras da Coca-Cola, anunciam a compra da marca brasileira de cervejas Therezópolis. O comunicado para o mercado afirma que: “este acordo faz parte das suas estratégias de longo prazo para complementar o portfólio de cervejas no Brasil. A transação está sujeita às condições habituais de aprovações e deverá ser concluída durante o terceiro trimestre de 2021”.

A novidade acontece após a The Coca-Cola Company, Sistema Coca-Cola Brasil e Grupo Heineken anunciarem, em fevereiro, o redesenho da parceria de distribuição no Brasil. Na mudança prevista para este semestre, a Heineken e Amstel ficam com distribuição própria, enquanto o Sistema Coca-Cola oferece Kaiser, Bavaria e Sol, além de Eisenbahn e outras marcas internacionais.

Deste modo, a compra da Therezópolis deve suprir uma lacuna para os amantes de cerveja premium artesanal. Segundo informações de mercado, por este motivo, as engarrafadoras devem manter a fórmula e os processos de fabricação.

A Cerveja Therezópolis foi fundada em 1912 por um descendente de dinamarqueses. A produção se estendeu até 1922 e depois foi retomada em 2006 por um descendente do empreendedor. Em dezembro de 2020, a cervejaria representava 10% do faturamento do grupo Arbor.

Para Paulo Petroni, presidente da associação CervBrasil, a novidade é boa para o mercado. “Haverá um acirramento ainda maior da concorrência do mercado com mais opções de produtos para os estabelecimentos comerciais e consumidores finais. Quanto maior a oferta de fabricantes de peso neste melhor será o desempenho, qualidade e competitividade de todos”.

Fonte: Por Marina Filippe, Exame

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados