Garantir bem-estar emocional é papel do líder do novo milênio

Pandemia evidencia necessidade de humanização das relações e de empoderamento de colaboradores, a fim de alinhar propósitos para gerar ganhos para todos 

Você sabe como seu colaborador se sente em relação ao trabalho? E quanto à vida pessoal dele? Pois essa pode ser uma forma eficaz para lidar com um dos grandes problemas de qualquer negócio: o alto turnover. A sugestão é de Kristen Hadeed, CEO e fundadora do Student Maid, empresa de limpeza que tem empregado milhares de millennials e é conhecida por construir a próxima geração de líderes. Kristen foi a palestrante principal do painel sobre Liderança, da 55ª Convenção Abras 2021.

Durante sua apresentação, Kristen compartilhou boas práticas que adota em sua empresa com destaque para a importância de um feedback crítico e transparente, mas acima de tudo construtivo. Ela também destacou a importância de um líder estar, de fato, presente na vida de seus colaboradores e interessado no crescimento deles. “Um líder não precisa ter todas as respostas, ele pode e deve se mostrar vulnerável no sentido de ser humano, falhar e de ter humildade para ouvir o que outro tem a dizer e como ele pode colaborar”. E acrescentou. “Empoderar o outro é não dar a solução do problema, mas fazer com que ele mesmo encontre essa solução”.

Entre as frases destacadas durante a apresentação dela e que resume as ideias de Kristen destaca-se esta: “A única pessoa que pode fazer você ser um líder melhor é você mesmo”. E para isso é preciso ter empatia: “ouvir e validar os sentimentos dos outros”.

Essa escuta ativa também tem sido a fórmula encontrada pela BRF e pelo Cencosud Brasil para driblar os desafios impostos pela pandemia junto aos líderes das duas companhias.

“Liderar significa inspirar pessoas e para isso é necessário ter humildade. Admitir que você não sabe tudo. E, acima de tudo, transparência e autenticidade. É fazer com que cada integrante do seu negócio esteja consciente do papel que ele tem e do impacto do que ele faz para toda a cadeia”, disse Lorival Luz, CEO global da BRF.

Sebastian Los, presidente do Cencosud Brasil, destacou a importância do time de líderes da companhia principalmente no auge da pandemia no sentido de contatar os gerentes da lojas não para saber sobre o desempenho das vendas, mas para perguntar sobre como estavam se sentindo e, também, sobre a situação de suas famílias.

Entre os muitos insights compartilhados pela mediadora do painel Patricia Feliciano, diretora-executiva da Accenture, destaque para o dado comprovado pelo mercado de que em 2020 o cuidado com as pessoas gerou negócios e aumentou a produtividade. “O cuidado com as pessoas gera pertencimento, faz a diferença e mostra que as pessoas são relevantes para o negócio e isso é fundamental para alinhar o propósito delas ao das companhias”.

Para saber mais detalhes desse e dos outros painéis da 55ª edição da Convenção ABRAS, confira a cobertura completa na próxima edição da Revista SuperHiper. E confira o evento vivo pelo endereço convenção.abras.com.br.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados