Grupo Mateus bate recorde de faturamento trimestral

O formato atacarejo é o mais representativo do grupo e registrou receita bruta de R$ 2,4 bilhões

Durante o terceiro trimestre de 2021, a receita bruta manteve o expressivo ritmo de crescimento, mesmo com a forte base de comparação do 3T 20 (53,5%), e totalizou R$ 4,9 bilhões, faturamento recorde para um trimestre, com um aumento de 24%. Nos primeiros nove meses de ano, o Grupo registrou um crescimento de 27,7% na receita bruta.

O crescimento deve-se, principalmente, ao prosseguimento do plano de expansão, com a abertura de 8 lojas no trimestre, totalizando 45 inaugurações no intervalo entre 4T 20 e 3T 21.

Durante o mês de agosto, foram realizadas ações promocionais em comemoração aos 35 anos do Grupo, o que também contribuiu para a boa performance do período.

O crescimento em mesmas lojas apresentou desempenho positivo em 1,5%, acima das expectativas dada a forte base de comparação (SSS 3T 20: 23,7%). Nos 9M 21, o crescimento em mesmas lojas foi de 4,7%.

Expansão – Abertura de Lojas

Durante o 3T 21, o Grupo Mateus inaugurou 8 lojas, totalizando 45 aberturas nos últimos doze meses e finalizando o trimestre com 189 lojas (a operação de uma loja de Eletro foi encerrada durante o período).

As inaugurações representaram um aumento de 84,3 mil metros quadrados de área venda, 28% a mais quando comparado ao 3T 20. Nos 9M 2021, foram inauguradas 31 lojas, o que nos deixa alinhados com o nosso objetivo de abrir pelo menos 40 lojas no ano.

As aberturas ocorreram em todos os segmentos de atuação da companhia e em todos os estados onde operamos, demonstrando a robustez e a assertividade da estratégia do plano de expansão, por meio do adensamento de rotas com todos os canais de venda, que nos permite identificar diversas oportunidades de mercado, tanto em novas localidades como em regiões onde já atuamos.

No 3T 21, o Ceará recebeu sua segunda loja, um Mix Atacarejo localizado em Sobral. Já no Piauí, as cidades de Floriano e Piripiriri, onde já existia a Eletro, começaram a funcionar o Atacarejo e Super, respectivamente. Enquanto isso, Altos deu as boas-vindas a uma loja de Eletro, a primeira operação do Grupo na cidade.

Das 45 inaugurações nos últimos 12 meses, 21 estão localizadas em 13 novas cidades. Destas, 8 foram lojas de Varejo e Atacarejo em cidades já exploradas somente com o Eletro. Além de representarem um ganho de market share, essas lojas corresponderam a 7% da receita no trimestre.

Já entre as 8 aberturas realizadas durante o 3T 21, 1 Atacarejo foi inaugurado em um novo mercado (Sobral) e 1 Atacarejo e um Super foram inaugurados onde tínhamos apenas loja de Eletro (Floriano e Piripiri, respectivamente). Durante o 3T 21, as lojas inauguradas no período (4T 20 a 3T 21) tiveram uma performance acima das lojas maduras e representaram 21% da receita bruta.

Expansão – Nova Regional Nordeste

Em agosto, foi criada a Nova Regional Nordeste, a partir da contratação de um time com bastante experiência de mercado e com vasto conhecimento sobre a região.

A experiência do novo time somada à expertise do Grupo permitiu acelerar a chegada aos novos estados e, no momento, há 5 lojas de Mix Atacarejo em construção na nova regional.

Também implementaram 3 Centros de Distribuição, dois em Pernambuco e um na Bahia, para dar o suporte necessário ao desenvolvimento da nova regional. Ao final de outubro, foram inauguradas as sedes administrativas em Salvador e em Recife, representando um marco importante do novo capítulo de crescimento.

Com a implementação da nova regional Nordeste, o nosso plano de expansão será dividido em duas frentes: entrada nos estados novos, com lojas de Mix Atacarejo em grandes polos, e adensamento de rotas nos estados maduros (principalmente Pará e Maranhão), através da abertura de lojas de varejo e de eletro.

Em um primeiro momento, o grupo irá inaugurar lojas de atacarejo nos novos estados para criar massa crítica de consumo e, em seguida, vai adensar as rotas com os demais formatos, seguindo a mesma estratégia que o Grupo utilizou ao longo de seus 35 anos.

Trabalhar com a multicanalidade é o que permite aproveitar as oportunidades existentes nos diversos estados.

O Grupo Mateus encerrou o 3T 21 com um caixa líquido de R$ 429 milhões, comparado a uma dívida de R$ 489 milhões ao final do 3T 20. A variação se deve a dois principais fatores: a entrada de recursos do IPO, realizado em outubro de 2020, e a amortização de empréstimos, leasings e Finames junto aos bancos, ao final de 2020.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados