SÃO PAULO SP, BRASIL: HEINEKEN: Caminhões Elétricos. (fotos: Edna Marcelino)

Heineken adquire caminhões elétricos

Com zero emissão de CO2, a nova frota busca atingir o compromisso da companhia de até 2040 reduzir o impacto ambiental da empresa

Grupo HEINEKEN começa projeto piloto com caminhões elétricos para sua rede de distribuição, inicialmente, são 5 caminhões, sendo 3 em São Paulo e 2 em Salvador. A presença de caminhões elétricos na frota de distribuição é parte do compromisso do Grupo HEINEKEN de alcançar a neutralidade de carbono até 2040 e reduzir o impacto ambiental da empresa. São as estratégias de sustentabilidade da marca tão importantes nos dias de hoje.

Importados da China, os novos caminhões da Jac possuem produtividade equivalente a um caminhão à combustão, que utiliza a queima de combustíveis, e realizarão a mesma atividade de distribuição urbana de bebidas nas regiões centrais, atendendo aos clientes do Grupo HEINEKEN.

Com zero emissão de CO2 e particulados, a nova frota oferece mais conforto e segurança aos colaboradores, pois possuem menor ruído sonoro, ar-condicionado, câmbio automático, tecnologia de câmera de ré e display touch-screen para conectividade das ferramentas logísticas.

Além disso, os caminhões elétricos contam com autonomia de até 150km e são equipados com regeneração de energia pelas frenagens (KERS), aumentando a produtividade do sistema logístico da empresa.

“O Brasil é o primeiro mercado da marca Heineken® mundialmente e, para que possamos promover o desenvolvimento sustentável do nosso negócio e da sociedade, é fundamental que estejamos trabalhando ativamente para preservar os recursos naturais e reduzir ao máximo nossos impactos ambientais. Esse movimento está 100% alinhado ao nosso principal valor: o respeito pelas pessoas e pelo meio ambiente”, afirma Mauro Homem, diretor de Corporate Affairs do Grupo HEINEKEN.

Vale destacar que nos últimos dias marcas como Ambev, Coca-Cola e JBS também anunciaram a aquisição de caminhões elétricos da Volks, fabricados aqui no Brasil. Todas as marcas estão preocupadas com as metas de sustentabilidade estabelecidas pelos seus Conselhos. Além do que, a medida pesa muito junto aos consumidores.

A Heineken reforça sua estratégia de sustentabilidade com foco em iniciativas de energia renovável e circularidade de embalagens. Recentemente, anunciou a neutralização do carbono até 2023 em sua produção por meio do uso de energias renováveis e eficiência energética, quer ampliar o impacto positivo para todo o ciclo do negócio, chegando até a operação logística e os pontos de venda.

“Reconhecemos nossa responsabilidade e nosso papel atuante na solução deste desafio que é neutralizar as emissões de carbono em toda a nossa cadeia de valor. Por isso, estamos com metas e iniciativas ambiciosas para promover impactos socioambientais positivos no Brasil”, comenta Ornella Vilardo, gerente de Sustentabilidade do Grupo HEINEKEN. Ainda este ano, a companhia iniciará um projeto liderado pela marca Heineken que facilitará o uso de energia verde por bares e restaurantes nos quais o portfólio da companhia está presente. “Proporcionar essa oportunidade para os nossos clientes é uma maneira de garantir que nossas ambições cheguem também na ponta da cadeia e se conectem com nossos consumidores finais”, revela a executiva.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados