INDÚSTRIA DE CHOCOLATES ESTÁ OTIMISTA COM A PÁSCOA

A Abicab está confiante com os resultados de 2021 e aponta que as contratações, que devem ter crescimento de 4,8%, tiveram início a partir de agosto de 2020. Estratégia das empresas será apostar na diversificação dos canais de venda

Mesmo com o cenário de pandemia ainda vigente, a indústria de chocolates manifestou otimismo com a Páscoa 2021, tanto que para atender a demanda deste período prevê contratar 11.665 trabalhadores temporárias, diretos e indiretos, que atuarão nas linhas de produção e nos pontos de venda. Os dados são de um levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), cujo número representa um crescimento de 4,8% em relação às contratações do ano passado, quando a data foi fortemente impactada pela pandemia.

De acordo com a entidade, as contratações para suprir a demanda começaram a partir de agosto do ano passado e o planejamento para a Páscoa teve início com até dois anos de antecedência. Isso acontece porque as empresas têm de elaborar e planejar todo o portfólio, realizar as contratações e definir todos os detalhes, como, por exemplo, tendências, embalagens e logística.

Para este ano, o presidente da associação acredita que a principal estratégia das empresas será continuar a desenvolver a diversificação dos canais de venda. “Em 2020, o e-commerce e o varejo foram grandes aliados das indústrias. Com isso, acreditamos que as vendas on-line e parceria com os varejistas se manterão fortes neste e nos próximos anos. Temos enxergado um crescimento significativo nos canais digitais e um aumento de confiabilidade do consumidor em compras pela internet”, afirma Ubiracy Fonsêca, presidente da entidade.

Fonte: Redação SuperHiper

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados