Mart Minas fecha negócio e avança no mercado nacional

Rede efetiva plano de aquisição de parte significativa do capital de uma companhia tradicional

A rede de supermercados Mart Minas, de Divinópolis (MG), adquiriu aproximadamente 50% do capital da rede Dom Atacadista, da cidade do Rio de Janeiro. O valor do acordo foi mantido em sigilo pelas companhias.

Juntas, as empresas faturaram no ano passado R$ 6,5 bilhões, valor que supera a nona maior rede de supermercados do país, a Companhia Zaffari Comércio e Indústria, de acordo com o ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) de 2021. O ranking foi feito com base nos balanços de 2020. O levantamento relativo ao desempenho de 2021 ainda e está em elaboração e deve ser divulgado em maio.

O fundador do Dom Atacadista, Erasmo Gonçalves, já conhecia os sócios do Mart Minas – Murilo Martins e Rono Neves -, e mantinha conversas a respeito do setor. Mas somente no fim de 2021 os empresários começaram a conversar sobre uma possível união estratégica, informaram as varejistas.

A aquisição faz parte dos planos do Mart Minas de fortalecer a presença do grupo nacionalmente, disse Filipe Martins, diretor comercial e de marketing da rede mineira. De acordo com o ranking da Abras, a companhia é a terceira maior de Minas Gerais e a 11ª maior rede do país.

No ano passado, a companhia registrou faturamento de R$ 5,3 bilhões, com crescimento de 15,5% em relação a 2020, ou aumento real de 5,4%, descontando a inflação do período. O desempenho ficou acima da média do setor em Minas Gerais, que teve aumento real de 3,1% em vendas, segundo a Associação Mineira de Supermercados, e acima da média nacional, de 3,04%.

De acordo com dados da Abras, Minas Gerais é o segundo maior Estado em vendas em supermercados, com faturamento de R$ 41,94 bilhões em 2020, o equivalente a 11,6% do mercado total. São Paulo lidera com 34,6% de participação e uma receita de R$ 125,53 bilhões. O Rio de Janeiro é o sexto Estado em vendas nos supermercados, com R$ 19,22 bilhões de faturamento em 2020, ou 5,3% do total.

Em Minas Gerais, as maiores redes regionais são: Supermercados BH Comércio de Alimentos, DMA Distribuidora, Mart Minas Distribuição, Supermercado Bahamas e Multi Formato Distribuidora.

No Rio de Janeiro, as maiores redes regionais de supermercados são a Torre e Cia. Supermercados, Supermercados Alvorada, Supermercado Vianense, Barcelos e Cia. e Costazul Alimentos – Eireli. O Dom Atacadista não aparece no ranking da Abras de 2021.

O Dom Atacadista foi fundado em 2019 pelos empresários Erasmo Gonçalves e Paulo Bonifácio. A empresa encerrou 2021 com oito lojas e uma receita de R$ 1,2 bilhão – praticamente a mesma receita alcançada em 2020 pela Torre e Cia. Supermercados, que liderou o ranking de redes regionais no Rio de Janeiro em 2021.

Martins disse que o Dom Atacadista manterá o plano de abrir mais seis lojas neste ano e dez unidades em 2023. “A meta é fazer do Dom Atacadista a maior empresa de atacado e varejo no Rio de Janeiro, assim como a meta do Mart Minas é se tornar a maior rede regional de Minas Gerais”, afirmou o executivo.

Em relação ao Mart Minas, a meta é abrir dez lojas neste ano, chegando a 60 unidades em Minas Gerais. Até 2025, a expectativa é atingir 75 lojas, com expansão em cidades do interior. Martins disse que não há plano de levar a bandeira para o Rio ou abrir unidades do Dom Atacadista em Minas.

Fonte: Cibelle Bouças, Valor

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados