Mart Minas quer chegar a 75 atacarejos até 2025

Após abrir sua 51ª loja em Três Pontas, rede anuncia novas inaugurações: três no interior e a primeira na capital, Belo Horizonte

Os planos estão traçados até 2025: alcançar a marca de 75 lojas em operação. E assim a Mart Minas, maior rede de atacarejos do Estado, começa o ano inaugurando sua 51ª unidade em Três Pontas, no Sul de Minas. A previsão é abrir mais nove lojas em 2022, a exemplo do ano passado.

De acordo com o diretor Comercial e Marketing do Mart Minas, Filipe Martins, faz parte da estratégia deste ano expandir por cidades na faixa de 60 mil habitantes, como Monte Carmelo, no Triângulo Mineiro; e Congonhas, na região Central – inauguradas em 2021 -; e fortalecer a presença nas cidades polo.

“Já estamos em 95% das cidades mineiras acima de 100 mil habitantes. Agora nos voltamos para as menores, acima de 50 mil, sendo a primeira inauguração do ano em Três Pontas. Nessas cidades atendemos não apenas a população local, mas também das cidades do entorno. Isso é muito interessante porque conseguimos levar uma solução que tem custos operacionais mais baixos e que, por isso, consegue praticar preços menores. Isso facilita a vida do consumidor pessoa física e dos pequenos comerciantes que não mais precisam gastar tempo e enfrentar o perigo das estradas – além do custo da viagem – para abastecer seu negócio”, explica Martins.

A loja de Três Pontas, com 5.400 m² de área de venda, 26 check-outs e amplo estacionamento com mais de 350 vagas para carros, além de posições para motos e bicicletas, vai gerar 150 diretos e 300 indiretos.

As próximas inaugurações previstas são: a segunda unidade em Montes Claros, no Norte de Minas; a terceira unidade em Uberaba, no Triângulo Mineiro; e a primeira em Caratinga, no Vale do Aço, ainda no primeiro semestre e início do segundo. E já para o fim do ano está marcada a abertura da primeira loja em Belo Horizonte. O valor dos investimentos não foi divulgado.

Para atender donos de bares, pizzarias, padarias, hotéis e consumidores finais, as lojas oferecem mais de 10 mil opções de produtos, que podem ser adquiridos em embalagens fechadas e fracionadas, de acordo com a necessidade do cliente. Nos setores de mercearia, bomboniere, bebidas, higiene e beleza, limpeza, frios e laticínios, há uma ampla variedade de marcas regionais e também as líderes de mercado, sempre com a opção de compra no varejo e no atacado. Frutas e verduras completam a experiência de compra dos clientes, que também encontrarão itens de confeitaria, bazar e embalagens. A rede oferece também o serviço de televendas.

Sem entrar em detalhes, o executivo já admite o caminhar da rede, que surgiu em Divinópolis, na região Centro-Oeste, em 2001, para fora do Estado a partir de 2025.

“Entendemos que ainda há muito espaço para ser ocupado em Minas. Hoje estamos em todas as regiões e em cidades que fazem divisa com outros estados. Em Araporã (Triângulo), por exemplo, estamos há cinco quilômetros do centro de Itumbiara, que fica no estado de Goiás e boa parte dos nossos clientes vem de lá. Então essa expansão é algo que pode acontecer, mas nosso foco ainda é Minas Gerais”, pontua.

Geração de empregos

Para dar suporte a esse crescimento, a rede investe na formação de lideranças e continua apostando na geração de primeiros empregos. Só esse ano deverão ser abertas 2 mil novas vagas, sendo 70 encarregados, 20 subgerentes e 10 gerentes.

“O setor supermercadista é, tradicionalmente, um gerador de primeiro emprego. Abrimos a porta para os jovens sem experiência e aqui no Mart Minas damos oportunidades para que eles façam carreira. Temos um programa de formação de lideranças que é estratégico para o crescimento da empresa. Não seria possível ir ao mercado buscar esses profissionais. Tudo isso faz com que levemos desenvolvimento para cada cidade aonde chegamos”, conclui o diretor Comercial e Marketing do Mart Minas.

Fonte: Daniela Maciel, DC

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados