Mart Minas revela expansão robusta até o Natal

Empresa mineira quer fechar o ano com receita de R$ 5,5 bilhões de reais, vinte por cento maior que 2020

A Mart Minas, terceira maior rede supermercadista de Minas Gerais e 11ª maior do país, segundo o ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), abre 11 lojas neste ano, chegando a um total de 51 unidades. Hoje, a rede opera com 46 lojas, no modelo de atacarejo. Para 2022, a previsão é abrir outros dez pontos de venda.

A rede é uma das que mais se expandiu no primeiro semestre. De acordo com a Abras, em todo o país, foram inaugurados 60 estabelecimentos neste ano até junho, de todos os formatos, de minimercados a atacarejos.

Para se ter uma base de comparação, o Atacadão, do Carrefour, maior rede de atacarejo do país com 265 lojas, fez 28 aberturas no primeiro semestre, mas apenas 6 são lojas novas, as outras 22 são conversões de bandeira Makro. A meta da rede é abrir 19 unidades até o fim do ano. Já a rede Assaí, segunda maior do país, com 187 lojas, abriu três unidades no primeiro semestre, e tem previsão de inaugurar de 25 a 28 unidades até dezembro.

O valor investido na expansão da Mart Minas é mantido em sigilo pela companhia. Filipe Martins, diretor de marketing da rede Mart Minas, disse apenas que as novas unidades serão abertas com recursos próprios. No alvo estão cidades com mais de 50 mil habitantes em Minas Gerais, que funcionem como um polo comercial da região, atraindo consumidores de cidades vizinhas.

“A gente vem em ritmo forte de crescimento há dez anos, com crescimento médio de 30% ao ano. A rede tem crescido acima da média do mercado e neste ano não é diferente”, afirmou Martins. Segundo o executivo, a expectativa é de crescimento de 20% nas vendas neste ano. Em 2020, a Mart Minas registrou receita de R$ 4,6 bilhões, com crescimento de 30,7%. A previsão para 2021 é chegar a R$ 5,5 bilhões.

É um desempenho acima da média do setor supermercadista e similar ao apurado pelas líderes do atacarejo. No primeiro semestre, os supermercados de Minas Gerais cresceram 3,88% em vendas, de acordo com pesquisa da Associação Mineira de Supermercados (Amis). As vendas brutas do Atacadão no primeiro semestre avançaram 18,7%, em comparação com o mesmo intervalo de 2020, totalizando R$ 26,79 bilhões. A receita bruta do Assaí, por sua vez, cresceu 20,9%, para R$ 21,26 bilhões.

Martins disse que o crescimento neste ano é menor que o de 2020 porque a base de comparação é alta e também porque, com a reabertura dos bares e restaurantes, os consumidores voltaram a fazer refeições fora de casa. Com isso, uma parte do consumo de alimentos que no ano passado foi transferido da rua para o lar, agora volta para os bares e restaurantes.

“Ainda assim o atacarejo cresce mais do que os supermercados e é uma categoria que deve continuar em expansão, porque é a opção mais barata de compras para os consumidores”, disse Martins.

O executivo observou que as redes operam neste ano com margens de lucro pressionadas pelo aumento nos preços de produtos, que não podem ser totalmente repassados aos consumidores. Ainda assim, segundo ele, a operação da Mart Minas será lucrativa neste ano.

A Mart Minas foi fundada em 2001 em Divinópolis, na região metropolitana de Belo Horizonte, por Murilo Martins. Oito anos mais tarde, a empresa já tinha unidades em quatro municípios no Estado. Em 2011, o atual presidente, Rono Neves, vendeu sua participação de 16,6% na DMA Distribuidora (dona das redes Epa Supermercados e Mineirão Atacarejo) e tornou-se sócio de Murilo Martins.

Em Minas Gerais, o maior grupo supermercadista é o Supermercados BH, com receita de R$ 8,9 bilhões e crescimento de 28,9% em 2020, seguido pela DMA Distribuidora, com receita de R$ 5,8 bilhões e avanço de 41% em relação a 2019. O faturamento dos supermercados no Estado foi da ordem de R$ 55 bilhões no ano passado, segundo dados da Abras. No Brasil, o setor faturou R$ 554 bilhões em 2020, com crescimento real de 42% e crescimento nominal de 46,5%.

Fonte: Por Cibelle Bouças, Valor

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados