Sete tendências selecionadas

Vinte e oito jornalistas de diversos países, editores de revistas especializadas no varejo alimentar foram reunidos pelo SIAL em Paris com o proposito de selecionarem quais são as últimas e principais tendências de consumo e do varejo alimentar acontecendo ou a acontecer no mundo todo.

Entre eles estava a nossa querida Marlucy Lukianocenko, editora da SuperHiper, revista da ABRAS, além do Jaime Haro da D/A Retail da Espanha, Florence Bray (LSA, França), George Can-don (Canadian Grocer, Canadá), Filipe Gil (Distribuição Hoje, Portugal), Elisabeth Hatt (Grocery Headquarters, USA) entre tantos outros de diversos países dos cinco continentes. Selecionaram sete tendências que estão se sobressaindo no momento atual.

1-Drive Thru para o e-commerce
Faça sua compra pela internet e vá buscá-la em um determinado ponto da rede varejista, ou com várias opções de pontos, dependendo do tamanho da empresa.

2-Guerra de preços
A sensibilidade dos consumidores ao preço é cada vez mais forte e continuará a sê-lo. Competição entre as redes e constantes ofertas de preço são cada vez mais comuns.

3-Valorização das seções de perecíveis
O crescimento do comércio on-line está fazendo com que as redes se mostrem mais atraentes para trazer o consumidor à sua loja. As seções de perecíveis são as apostas dos varejistas para torná-las atrativas.

4-Smartshopping
O uso de celulares serão indispensáveis para buscar informações, interagir com a loja e até substituir os caixas tipo self-checkout.

5-Hard Discount acabou, ou continua a crescer?
Em alguns países este formato de loja tem diminuído a sua importância como na França e na Espanha. Em outros países procuram tornar suas lojas mais atrativas.
Ao mesmo tempo, na Inglaterra e Irlanda este formato tem aumentado a sua importância como varejista de alimentos.

6-Mercado globalizado
Há muito se fala disso. Mas hoje é muito real. As redes estão espalhadas pelos cinco continentes. É o caso do Walmart, Tesco, Carrefour, Casino, Auchan, entre tantos outros.

7-Amazon Fresh vendendo alimentos
O gigante do e-commerce entrou de vez na venda de alimentos. Focam muito nesse início a venda de perecíveis (fresh) em três cidades americanas. Estão também trabalhando com produtos regionais e vinhos.

Condensado de: D/A Retail

* Antonio Carlos Ascar é estudioso das tendências mundiais do varejo de autosserviço. Graduado e pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV (SP), e especialização em Empreendedorismo pela Babson College de Boston (EUA). É autor do livro Glossário Ascar de Termos Supermercadistas e do livro Distribuindo as Camisas (à venda no site www.terradosaber.com). Por 31 anos foi diretor executivo do Grupo Pão de Açúcar, implantou diversos formatos de loja como: Extra, Minibox, Superbox, Peg Faça, Express, entre outros. Atualmente é consultor e sócio diretor da Ascar & Associados, empresa de consultoria que atua na prestação de serviços a redes supermercadistas. Ascar é também consultor de varejo da Abras e articulista da revista SuperHiper, publicação Abras. www.ascarassociados.com.br

Clique aqui e confira o dicionário do setor.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados