Wegmans é melhor lugar para trabalhar no varejo dos EUA

Rede da região de Nova York lidera lista que é dominada por redes de supermercados

A rede de supermercados Wegmans, empresa familiar com pouco mais de 100 lojas no Nordeste dos Estados Unidos, foi eleita pelo sexto ano seguido como a melhor empresa para se trabalhar no varejo americano. Segundo o ranking desenvolvido pelo Great Place to Work e pela revista Fortune, os resultados da edição deste ano têm relação direta com o comportamento dos empregadores durante o período de pico da pandemia.

Quatro das 5 primeiras colocadas são supermercadistas ou têm um grande mix de alimentos: a Target ocupou a segunda posição, a Nugget Market foi a terceira e a Publix, a quinta colocada. Isso não aconteceu por acaso, uma vez que as ações promovidas pelas redes de supermercados para garantir ambientes seguros e preservar os empregos de seus colaboradores tiveram um grande efeito positivo.

“As melhores empresas para trabalhar no varejo aproveitaram a pandemia para inspirar mudanças no setor. Elas encontraram novos modelos de trabalho ao mesmo tempo em que priorizavam a saúde e a segurança dos colaboradores e dos consumidores”, afirma Michael C. Bush, CEO do Great Place to Work. A premiação do Great Place to Work se baseia em respostas de mais de 1,3 milhão de colaboradores de empresas varejistas no mercado americano. Segundo o levantamento, 89% dos funcionários da Wegmans consideraram a empresa como um excelente lugar para se trabalhar, contra 59% da média das companhias americanas. “O sentido de que somos uma família define quem somos e nos ajudou a conquistar esse reconhecimento”, afirma Colleen Wegman, presidente e CEO da Wegmans.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados