Amazon refina estratégia em supermercados

Em 2021, varejista conseguiu diferenciar melhor as propostas de valor e o posicionamento de mercado de suas bandeiras Whole Foods e Amazon Fresh

A Amazon definiu uma nova estratégia para impulsionar suas vendas no varejo físico de supermercados. O objetivo é segmentar melhor sua atuação com as bandeiras Whole Foods e Amazon Fresh e diminuir o cross shopping entre as duas bandeiras.

De acordo com um relatório da Placer.ai, feito com base em informações de fluxo de clientes, A bandeira Amazon Fresh teve forte aumento no fluxo de clientes ao longo de 2021, com destaque para a primeira loja da rede, em Woodland Hills, na Califórnia (+24,1% de fluxo entre junho e dezembro do ano passado). O estudo avaliou as 8 primeiras lojas da rede, justamente para eliminar o “efeito novidade” que costuma aumentar o fluxo nos PDVs em seus primeiros meses de vida.

Também foi possível determinar a área de influência das lojas, que varia entre 66,1 km2 e 116,47 km2. Segundo a Placer.ai, a maioria das lojas analisadas viu sua área de influência diminuir ou se manter estável ao longo do ano, o que, em conjunto com o aumento do tráfego, mostra que essas lojas estão sendo mais eficientes em atender às demandas dos consumidores locais – trazendo assim mais fluxo a partir de uma área menor.

Ao longo do ano passado, a bandeira Whole Foods também teve um aumento no fluxo de clientes. Na comparação com 2019, o volume de visitas começou 2021 negativo em 21,8%, finalizando dezembro apenas 5,2% abaixo. Com 40 novas lojas planejadas para 2022, a rede continua se recuperando, embora não tenha conseguido aproveitar tão bem o crescimento das vendas dos supermercados durante a pandemia.

Segundo os dados da Placer.ai, também já está claro que a Amazon está posicionando a bandeira Fresh em um segmento mais econômico, mantendo a Whole Foods mais “premiunizada”. Isso faz com que clientes Fresh comprem com mais frequência em redes como Aldi e Ralphs do que na Whole Foods (que só é visitada por pouco mais de 10% dos clientes Fresh). A conclusão é que a Amazon está conseguindo diferenciar melhor suas marcas para os clientes, apresentando propostas complementares para alcançar públicos diferentes.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados