Grupo faz aquisição e acelera os negócios sobre o varejo paulista

 Grupo faz aquisição e acelera os negócios sobre o varejo paulista

Trata-se da nona transação da companhia em menos de um ano e meio no segmento de varejo, atacado e distribuição de alimentos

A holding SMR, que controla o Pátria Private Equity VI Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, fechou em maio a compra da rede Avenida Supermercados, formada por 21 lojas no interior de São Paulo, varejista com pouco mais de R$ 800 milhões em faturamento em 2021, dizem fontes.

A reportagem apurou que a transação foi encaminhada há poucas semanas para avaliação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão antitruste brasileiro.

É a nona aquisição do Pátria no setor de varejo, atacado e distribuição de alimentos, em pouco mais de um ano, dentro do planejamento de criar uma estrutura de ativos, parte geridas por executivos do mercado, e ligados ao fundo.

A Casa Avenida, controladora da Avenida Supermercados, está entre as 20 maiores varejistas de alimentos no Estado paulista, com atuação no municípios de Assis, Ourinhos, Lins, Cândido Mota, Paraguaçu Paulista, Rancharia, Presidente Prudente, Tupã, Santa Cruz do Rio Pardo, Maracaí, Echaporã e Palmital.

A operação ainda envolveu a Casa Avenida Transportes, que presta serviços de transporte rodoviário de cargas exclusivamente para a varejista.

A transação acelera o plano de crescimento do Pátria em São Paulo, mas a expectativa é que o Cade não faça exigências ao fundo. Até então, o Patria controlava a cadeia Boa Supermercados, de Jundiaí, com 13 lojas. Além desse negócio, o Patria ainda é dono da rede Superpão, de Guarapuava (SC), com cerca de 30 lojas, os Supermercados Germânia, de São Bento do Sul (SC), com seis pontos, e a Tiscoski Distribuidora, em Forquilhinha (SC).As aquisições fechadas desde 2021 ainda incluem, a Oniz Distribuidora e a CD Sul Logística, também no sul do Brasil, a JR Atacadista e Comércio de Produtos de Higiene, do Maranhão, e a Santa Rosa Comércio Atacadista, ligada ao grupo dono do Boa Supermercados, do interior de São Paulo.

Considerando o faturamento bruto da Avenida, Irmãos Boa, Germânia e Superpão, o Pátria já tem nas mãos um negócio de varejo com vendas brutas anuais de pouco mais de R$ 3 bilhões. Isso coloca o fundo em torno da vigésima posição do ranking anual de supermercados, da Abras.

Procurado, o Pátria ainda não se manifestou e a Casa Avenida não tinha porta-voz disponível para comentar.

Fonte: Adriana Mattos, Valor

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados