Indústria nacional age com prudência, aponta GS1 Brasil

Em um ano, é sensível a queda no número de novos produtos por parte da indústria de bebidas

Assim como no fim do ano passado, o Índice GS1 Brasil de Atividade Industrial apresenta queda no interesse das indústrias em lançar novidades. Em fevereiro a redução do índice foi de 9,8% na comparação com janeiro no dado livre de efeitos sazonais. Na comparação com fevereiro de 2021, apresentou queda de 19,3% e no acumulado em 12 meses, queda de 1,3% com relação ao período anterior.

“Os primeiros meses do ano costumam apresentar um índice de atividade tímido. Em 2022, além desse fator, também viemos de um período de patamares abaixo da média, o que foi refletido para os meses de janeiro e fevereiro. Normalmente a intenção do lançamento de produtos apresenta uma retomada a partir de março. Esperamos que essa tendência também se realize e que possamos apoiar o mercado nessa retomada”, afirma Virginia Vaamonde, CEO da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.

Chama atenção a queda no número de lançamentos por parte da indústria de bebidas no comparativo 2021/2022. A GS1 Brasil apurou redução de 60% no número de novos produtos. Em 12 meses, a baixa foi de -23,3%.

As fábricas de alimentos contabilizam um índice discreto de crescimento de 1,5% em 12 meses. No ano, a queda na industrialização de lançamentos alimentícios supera os 12%.

Fonte: GS1 Brasil com o apoio da 4E Consultoria

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados