Lojas autônomas avançam no varejo alemão

 Lojas autônomas avançam no varejo alemão

Líder local Rewe implementa loja sem checkouts em Berlim em parceria com startup israelense

*Por Renato Muller

O grupo supermercadista alemão Rewe, um gigante de 70 bilhões de euros por ano, engrossou a lista dos varejistas globais que estão experimentando o conceito de lojas autônomas. A empresa inaugurou um ponto de venda de quase 400 metros quadrados no bairro de Prenzlauer Berg, em Berlim – a segunda unidade 100% autônoma da rede, que conta com 6.000 lojas na Alemanha e 3.500 em outros países.

A iniciativa é uma parceria com a startup israelense Trigo e, em uma fase inicial, está aberta somente para colaboradores da rede e clientes portadores do cartão fidelidade da marca. Nos próximos meses, a unidade será liberada para o público em geral. No ano passado, a rede abriu uma loja autônoma de 200 metros quadrados no coração de Colônia, com foco em conveniência.

A unidade de Berlim, por sua vez, foi projetada para atender às necessidades de consumidores que fazem suas compras semanais de abastecimento, inclusive de itens em maior quantidade e embalagens “jumbo”. A tecnologia implementada na loja permite que produtos sejam adquiridos por peso, em vez de somente por unidade – o que facilita a venda de hortifrutis.

O novo teste da Rewe tem um potencial disruptivo no varejo alemão, até hoje um dos mercados europeus com menor penetração de cartões de crédito. Mais do que parte do folclore do varejo local, fazer compras com moedas é parte da cultura alemã – e um movimento incentivado em várias redes. Com a loja autônoma, a Rewe quer testar o conceito de um PDV sem checkout e pagamento digital em um dos principais hubs de startups da Europa, com uma população jovem acima da média do país.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados