Macarrão instantâneo será o destaque do setor de massas em 2021

Confira os motivos da aceleração nas vendas

As vendas do segmento de massas alimentícias devem crescer até o fim do ano no país, segundo expectativas da Abimapi, associação que reúne a indústria. O faturamento deve subir de 5% a 10%, puxado pelo macarrão instantâneo, o miojo.

No ano passado, as empresas associadas à entidade também registraram crescimento impulsionado pelo produto, com um faturamento de R$ 3,1 bilhões e 189 mil toneladas vendidas. O resultado superou o de 2019, quando o ganho foi de R$ 2,6 bilhões com o consumo de 168 mil toneladas.

A entidade atribui o desempenho da categoria ao aumento da prática de cozinhar em casa durante a pandemia, mas também ao preço mais baixo do produto em um cenário de queda na renda.

Levantamento da Associação Mundial de Macarrão Instantâneo mostra que o Brasil consumiu cerca de 2,7 bilhões de porções de miojo em 2020, uma alta de 11% em relação ao ano anterior —acima da média global de 9,6%.

Os brasileiros ocupam a 10ª posição no ranking mundial de consumo do alimento e a liderança na América Latina pelo quinto ano consecutivo.

Fonte: Painel SA por Mariana Grazini e Andressa Motter

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados