Programa de fidelidade é a saída para a crise

Quem usa, prioriza marcas que oferecem o benefício e a maioria dos clientes não cadastrados o farão para valorizar seus recursos em meio ao cenário econômico que soma inflação e desemprego de acordo com Instituto Locomotiva

Instituto de Pesquisa Locomotiva constata que os consumidores brasileiros buscam cada vez mais oportunidades para economizar e receber bônus e benefícios nas compras do dia a dia, principalmente em função da crise gerada pela pandemia, agravada pela inflação e desemprego. Com isso, os programas de fidelidade surgem como um importante descontou ou ajuda no momento, elevando o interesse de quem já participa e despertando a curiosidade nos que não são cadastrados.

Encomendada pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização, Abemf, a pesquisa revela que mais da metade dos participantes dos programas de fidelidade, 55%, disseram que, devido à atual crise, passaram a dar preferência para a compra em marcas que oferecem tais benefícios. E 51% deles concordaram com a frase: “meus programas de fidelidade podem me ajudar a atravessar a crise causada pelo coronavírus”.

Quando se trata do resgate de produtos e serviços, o isolamento social e a adoção do home office também causaram impacto. 67% dos participantes que responderam à pesquisa, afirmaram que estão mais interessados em trocar seus pontos/milhas por produtos para casa.

Para o diretor executivo da ABEMF, Paulo Curro, “este foi um período em que o consumidor percebeu como ele pode aproveitar os programas de fidelidade de diferentes maneiras e em vários momentos de sua vida. Devido à diversidade de opções de acúmulo e resgate, cada vez mais, os brasileiros entendem os benefícios de se cadastrar nos programas, que, lembrando, são gratuitos”.

Entre os que ainda não utilizam os programas de fidelidade, 74% pretendem aderir aos benefícios, devido à crise caudada pela pandemia de Covid-19 e ao momento econômico atual. Dentre esses, 92% dos clientes gostariam de usar o programa em supermercados.

Resgatar pontos, milhas ou cashback é o desejo de 55% das pessoas que pretendem se cadastrar. Agora, conseguir recompensas mesmo com pouco saldo, é motivação para 44%, seguido por variedade de recompensas (produtos/serviços diversificados). Dentre os pesquisados, 34% querem um aplicativo fácil de usar para consultar saldo e fazer trocas. Para 32% das pessoas, acumular pontos/milhas em diversos estabelecimentos é essencial.

Receber benefícios dos programas de fidelidade em estabelecimentos ligados às compras do dia a dia é fundamental. Depois dos supermercados, 84%  dos clientes pensam em usar nas farmácias, 77% em lojas de eletrônicos e eletrodomésticos, 76% em lojas de vestuário,  74% em cosméticos. Todos também puderam escolher mais de um segmento.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados