Walmart reforça serviços baseados em dados dos clientes

Plataforma Luminate foi construída em parceria com a dunnhumby e gera inteligência e insights para melhorar a tomada de decisões de gestão e marketing

Para aproveitar melhor o potencial financeiro de uma base de 150 milhões de consumidores que visitam as lojas, e-commerce e aplicativos da rede semanalmente, o Walmart desenvolveu dois novos serviços nos Estados Unidos, um voltado aos fornecedores e parceiros, o outro aos consumidores finais.

Com foco na indústria, a varejista desenvolveu a plataforma Luminate, que se baseia nos dados reais de consumo dos clientes para facilitar a gestão por categorias, a otimização do sortimento e o planejamento omnichannel das equipes do Walmart. O sistema, desenvolvido em parceria com a dunnhumby (que desenvolveu há dois anos a 84.51o, a empresa de mídia e dados da Kroger), permite que colaboradores do Walmart, fornecedores e parceiros tenham a mesma visão sobre os dados, o que facilita a negociação e gestão de promoções sazonais, redesenho de embalagens, novos produtos e mudanças na estrutura de distribuição.

Segundo o Walmart, “a plataforma Luminate dá a nós e aos nossos fornecedores um acesso sem precedentes a insights gerados a partir de 2 bilhões de cestas de compras por trimestre, acelerando e tornando mais precisa a tomada de decisões”.

A varejista também anunciou na semana passada o lançamento da versão beta do recurso Text to Shop, que permite aos clientes enviar a lista de compras por comando de voz. O sistema foi desenvolvido pela Store No.8, a divisão de inovação interna do Walmart, e pela equipe global de tecnologia da empresa.

“Estamos aprendendo muito sobre quando e como os clientes preferem usar recursos de voz em suas compras online”, afirma Dominique Essig, VP de Conversational Commerce da Store No. 8, que espera que a solução esteja disponível para um número cada vez maior de clientes nos próximos meses. “Quando entendemos melhor as preferências dos nossos clientes, economizamos o tempo deles e entregamos exatamente o que eles desejam, a partir de um sistema que permite que o público se comunique de forma natural com o e-commerce”, acrescenta.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados