ASSAÍ FAZ MIGRAÇÃO INTEGRAL PARA O MERCADO LIVRE DE ENERGIA

A medida, que potencializa as iniciativas em eficiência energética, tem previsão de ser concluída até dezembro

O Assaí Atacadista anunciou que migrará todas as suas lojas para o mercado livre de energia até dezembro deste ano. A medida é parte da estratégia em eficiência energética da empresa e engloba o parque de lojas de 2020, ou seja, as 184 unidades em funcionamento localizadas em todas as diferentes regiões do país.

O sistema de contratação livre é usado pela companhia há pouco mais de um ano e, até dezembro de 2020, 133 lojas foram migradas para este sistema e a previsão é que mais 51 lojas sejam convertidas.

“Migramos as nossas lojas para contarmos com uma energia mais limpa, uma vez que no mercado livre, optamos na utilização de matrizes 100% renováveis provenientes das fontes eólica, solar, biomassa e pequenas hidrelétricas. Além disso, é um sistema mais ágil e econômico, permitindo um canal direto entre o fornecedor de energia e o consumidor final”, conta Lucas Attademo, gerente de Contas Públicas e Galerias do Assaí. “Além da migração completa do nosso atual parque de lojas, a perspectiva é darmos continuidade a esse planejamento em linha com o plano de expansão do Assaí. Assim, as 28 unidades que serão inauguradas este ano serão convertidas ao longo de 2021 e assim por diante”, finaliza Attademo.

Além disso, oito lojas do Assaí possuem usinas solares. Os painéis fotovoltaicos são instalados na cobertura dos estacionamentos das lojas e geram energia que abastece parte da operação. No último ano, as usinas geraram mais de 6 mil MWh de energia, o que equivale ao consumo de energia de cerca de 3.400 residências médias e que evitaram a emissão de 535 toneladas de CO2 durante o período.

Fonte: Redação SuperHiper

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados