Carrefour leva conceito de loja autônoma a um novo nível

 Carrefour leva conceito de loja autônoma a um novo nível

Em Paris, primeira unidade do conceito Flash 10/10 elimina necessidade de baixar aplicativos ou passar por barreiras de entrada

O Carrefour inaugurou ontem (25/11) em Paris a Flash 10/10, um novo modelo de loja autônoma que tenta eliminar os poucos “pontos de atrito” que conceitos como a Amazon Go ainda têm – como a necessidade de baixar um app ou de passar por algum tipo de barreira de entrada na loja.

A loja de conveniência, localizada no 11º arrondissement – a 1km da Praça da Bastilha e do cemitério Père-Lachaise – foi desenvolvida em parceria com a startup americana AiFi. O ponto de venda oferece um mix bastante enxuto, de 900 SKUs, e tem o objetivo de oferecer uma experiência de 10 segundos para comprar e 10 segundos para pagar.

Sem exigir que nenhum produto seja escaneado, a Flash 10/10 também abre mão do download de um aplicativo ou de algum pré-registro. A loja conta com 60 câmeras HD, quase 2000 sensores instalados nas prateleiras, um algoritmo que interpreta os dados e um sistema de pagamento móvel. Os consumidores são rastreados anonimamente quando estão na loja e os produtos que selecionam são detectados e colocados em um “carrinho virtual”.

Quando terminam de comprar, os clientes vão a um quiosque validar os produtos, pagam com meios contactless e usam um QR Code para obter o cupom fiscal de compra. Quem quiser pagar em dinheiro tem à disposição um caixa de autoatendimento.

A Flash 10/10 conta com 4 colaboradores, que supervisionam a operação, mantêm a loja abastecida e atendem pedidos do e-commerce (a loja oferece serviço de “clique & retire”). Esse conceito de lojas vem sendo testado na sede do Carrefour, na cidade de Massy, há mais de um ano – a unidade de Paris absorveu o feedback dos colaboradores da rede que usaram a loja-teste no dia a dia.

Essa não é a única iniciativa de modelos autônomos do Carrefour. No Brasil, a empresa lançou em março uma loja Scan & Go, em que os clientes escaneiam os produtos com seus smartphones e pagam pelo celular. Seis unidades nesse conceito estão em operação no país, com planos de abertura de outras 8 até o fim do ano.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados