Coca-Cola é líder há uma década no planeta

Dados constam do Estudo anual Brand Footprint feito pela Kantar; o segundo lugar é de uma marca de higiene pessoal

O estudo anual Brand Footprint, uma análise detalhada do comportamento global do comprador em 2021, feito pela Kantar, líder mundial em dados, insights e consultoria, revelou que as famílias concentraram consistentemente suas escolhas em apenas 55 marcas no ano. Tornar-se uma dessas marcas é a chave para o crescimento no mercado de bens de consumo massivo (FMCG).

Pelo 10º ano consecutivo, a Coca-Cola continua sendo a marca mais escolhida do planeta, comprada 6,6 bilhões de vezes em todo o mundo durante o ano, um aumento de 3% em relação ao ano anterior, com base nas vendas de FMCG para consumo dentro do lar. A Colgate continua como a segunda marca mais escolhida, e é a que está presente na maioria dos lares, com 57,3% do mundo a comprando pelo menos uma vez por ano.

Após uma pausa de um ano, a Maggi retorna ao top 3 das marcas mais escolhidas, sendo comprada 3,4 bilhões de vezes, o que representa um aumento de 11% ano a ano, e tendo o maior aumento de penetração global (1%) do que qualquer marca. Isso se deveu ao aumento em nove de seus 10 maiores mercados, sendo que, em dois deles, Índia e Filipinas, a marca ganhou pontos de penetração de +3,3% e +3,2%, respectivamente.

De acordo com Benjamin Cawthray, Global Thought Leadership Director da Divisão Worldpanel da Kantar, “a 10ª edição do relatório fornece três verdades fundamentais sobre como compramos produtos de consumo massivo: o número de marcas que os compradores adquirem permaneceu consistente ao longo da década, com as famílias escolhendo apenas 55 delas; aumentar a taxa de penetração na vida das famílias é a melhor maneira de crescer e a única forma de fazê-lo consistentemente ano após ano; e por último, o sucesso para marcas pequenas significa aumentar a penetração doméstica em 0,5% ao ano, e para marcas mais estabelecidas 1,5%. No entanto, o crescimento consistente é muito difícil de alcançar. Das 50 marcas globais mais escolhidas, apenas duas conseguiram tal feito em cada um dos 10 anos em que produzimos o relatório. Por isso, parabéns para Dove e Vim, da Unilever”.

Destaques de desempenho

Em 2021, as famílias em todo o mundo fizeram 416 bilhões de escolhas de marcas, crescendo 1,4% em relação a 2020. As 10 principais marcas globais representaram 7,4% de todas as compras (crescendo 3,2% ano a ano), enquanto as 50 principais marcas globais representaram 17,2% (crescimento de 1,8% ano a ano). Close-Up e Cheetos são as marcas mais recentes a se juntar ao clube ‘um bilhão’, sendo compradas mais de um bilhão de vezes no ano. 28 marcas já atingiram esse marco, contra 16 em 2012.

“As maiores marcas continuaram a mostrar sua força e resiliência em 2021, superando o restante do mercado de consumo massivo. Este também não é um caso isolado. Na última década, eles aumentaram seu alcance global em 11%, em comparação com 8% para o Top 50 como um todo. Para se tornar uma potência global as marcas precisam atingir alguns objetivos cada vez mais difíceis. É necessária uma taxa de penetração global de pelo menos 30% para se juntar às 10 principais marcas globais, juntamente com uma frequência de compra de pelo menos seis vezes por ano.”, conclui Guillaume Bacuvier, CEO da divisão Worldpanel da Kantar.

Fonte: Asserj

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados