Cresce a procura por programas de fidelidade

O volume de novos cadastros subiu onze por cento no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2020. Praticamente a maioria dos clientes obtêm seus pontos no varejo 

A Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização – Abemf – registra um avanço na quantidade de cadastros nos programas de fidelidade de suas associadas. Os indicadores referentes ao primeiro trimestre de 2021 apontam que o número de inscrições chegou a 165,4 milhões ao fim de março, 11,1% maior que o registrado no mesmo trimestre de 2020 e com alta de 2,4% na comparação com o quarto trimestre de 2020.

Apesar da queda, o regate de passagens aéreas segue como a preferência dos participantes no momento de troca, correspondendo ao destino de mais da metade dos pontos/milhas, 57,3%. O perfil de acúmulo de pontos/milhas não mudou. A quase totalidade segue sendo emitida em compras no varejo, com 95,1%; os outros 4,9% foram provenientes de viagens aéreas.

As trocas de pontos/milhas por produtos do varejo também voltaram a crescer. De acordo com o estudo, nos três primeiros meses do ano, 42,7% dos pontos/milhas foram destinados a aquisição de produtos e serviços do varejo, superando em quase 10 pontos percentuais os 33% registrados no quarto trimestre do ano passado.

Posts Relacionados

Fique por dentro de nossas novidades