FEVEREIRO REGISTRA AUMENTO DO CONSUMO NOS LARES


Monitoramento realizado pela Associação Brasileira de Supermercados revela que o consumo cresceu em relação ao mesmo período do ano passado


O Índice Nacional de Consumo nos Lares Brasileiros (INC), apurado pela Abras, apresentou crescimento real de 5,18% em fevereiro, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Com este resultado, o consumo nos supermercados no primeiro bimestre do ano acumulou alta real de 7,57%.

Em relação ao mês de janeiro de 2021, o índice registrou queda de -6,75%. Segundo o vice-presidente Administrativo da Abras, Marcio Milan, o resultado foi influenciado por fatores como as próprias características do mês, que tem menos dias, e também a renda das famílias na pandemia da covid-19. “Esse mês de fevereiro foi mais difícil para todos em função do fim do auxílio emergencial”, disse. O cancelamento do Carnaval foi outro elemento que, de acordo com ele, ajudou a desacelerar o setor.

Abrasmercado

O indicador Abrasmercado, cesta dos 35 produtos de largo consumo nos supermercados, apurado em parceria com a GfK, registrou queda de -0,47% em fevereiro, na comparação com janeiro, passando de R$ 636,40 para R$ 633,80.  No acumulado dos 12 meses o valor da cesta subiu 24,46%.

As maiores quedas nos preços da cesta de fevereiro foram registradas nos produtos: tomate (-15%); batata (-14,75%); frango congelado (-3,48%); óleo de soja (-3,31%) e arroz (-3,31%). As maiores altas foram nos itens: cebola (17,45%); farinha de mandioca (3,33%); açúcar (2,79%); ovo (2,65%) e leite em pó integral (2,63%).

As regiões Nordeste e Sul foram as únicas que registraram alta no valor da cesta Abrasmercado, 0,49% e 0,07%, respectivamente. A cesta do Nordeste passou de R$ 550,95 para R$ 553,64, e a do Sul de R$ 691,85 para R$ 692,31.

Fonte: Redação SuperHiper

Posts Relacionados

Fique por dentro de nossas novidades