Inaugurações e créditos fiscais elevam o lucro do Assaí em 60,5% em 2021

De acordo com balanço divulgado pela companhia, a estratégia comercial adotada e o retorno gradual do público B2B às lojas também estão por trás do resultado contabilizado

O Assaí Atacadista reportou na noite desta segunda-feira, dia 21, seu balanço referente ao quatro trimestre de 2021, cujo saldo foi um avanço de 76,3% no lucro líquido neste período. Em números absolutos, o resultado no 4T21 somou R$ 527 milhões. No acumulado de 2021, o lucro líquido ultrapassou R$ 1,6 bilhão, um crescimento de 60,5% em relação a 2020.

A receita líquida somou R$ 11,55 bilhões no 4T21, alta de 8,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. No ano, este indicador totalizou R$ 41,8 bilhões, alta de 16,5% sobre os R$ 35,9 bilhões reportados em 2020.

Dentre os fatores, a companhia atribuiu o resultado positivo ao reconhecimento de créditos fiscais na ordem de R$ 241 milhões referentes a subvenções para investimentos, que, conforme previsto em lei, são excluídas da base de cálculo do IRPJ e da CSLL do valor constituído da reserva de incentivos fiscais (R$ 709 milhões). Com isso, o impacto total dos créditos fiscais no lucro líquido anual foi de R$ 470 milhões.

Além disso, a consistente performance das lojas abertas nos últimos 12 meses (+11%) e aceleração das inaugurações no trimestre, com 21 novas lojas em relação às 9 aberturas realizadas no 4T20, também estão por trás dos números contabilizados no ano passado.

Para 2022, a companhia tem previsão de abertura de, aproximadamente, 50 novas lojas, incluindo a primeira onda de conversões dos hipermercados Extra (cerca de 40 lojas), com previsão de abertura no segundo semestre.

Em seu balanço, o Assaí ainda enfatizou sua estratégia comercial para a construção deste resultado, com adaptação do sortimento às necessidades e preferências de cada região bem como ao contexto macroeconômico e sanitário desafiador. Outro quesito foi a volta gradual do público B2B às lojas, com a evolução da vacinação no segundo semestre do ano.

Vendas em mesmas lojas

As vendas mesmas lojas do Assaí no trimestre recuaram 3,1%, efeito que a companhia atribuiu à forte base de comparação com 2020, quando o auxílio emergencial do governo federal estava em vigor. Também citou queda do poder de compra dos clientes. A referida queda foi menor do que a reportada pelo rival Atacadão, que na semana passada, dia15, informou queda de vendas mesmas lojas de 5% no quarto trimestre. Sobre o quarto trimestre de 2019, porém, as vendas mesmas lojas do Assaí empresa subiram 15,7%.

Ebitda e endividamento

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado do período foi de R$ 911 milhões, alta de 3,6% na comparação anual. Já a margem Ebitda ajustada alcançou 7,9% no 4º trimestre de 2021, baixa de 0,3 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020. Em relação à dívida líquida, a companhia registrou um aumento de 28,9%, a R$ 5,351 bilhões, refletindo a aceleração dos investimentos em expansão que totalizaram mais de R$ 3 bilhões no ano.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados