Leite Moça retira camponesa das latas

Pela primeira vez, a mudança no layout da latinha dá espaço a personagens reais para comemorar o centenário da marca no Brasil

Como parte das comemorações dos seus 100 anos no país, o leite condensado Moça vai ceder o espaço das suas latas, ocupado pela icônica camponesa, para contar a doce história de seis mulheres brasileiras. A ação faz parte da campanha “Leite Moça® 100 anos. Tudo que pode dar certo vai dar certo”.

Dona Sônia, Bia, Gabriela, Angela, Tia Bena e ainda a mãe Terezinha com a filha Amanda serão as novas protagonistas do produto. A edição especial das latas tem ilustração de Débora Islas e chega agora em junho aos pontos de venda.

O leite condensado Milkmaid chegou ao Brasil em 1890. Mas por aqui ganhou o nome de Leite Moça, em 1921, quando a Nestlé abriu sua primeira fábrica no país. O nome foi dado espontaneamente pelas consumidoras, inspirado na camponesa que ilustra as latas desde a sua primeira versão.

“De forma inédita, trocamos a moça da lata por mulheres reais que ajudaram a construir essa marca tão amada pelos brasileiros. Trazemos histórias de transformação e crescimento pessoal conquistados usando a marca como aliada na culinária e na confeitaria. Assim, homenageamos a Moça e as moças que fazem parte da sua trajetória”, comenta Renata d’Ávila, CSO da FCB Brasil.

Depois de uma grande pesquisa da jornalista Adriana Terra, 100 histórias de brasileiras foram escolhidas para a homenagem. Além das seis retratadas nas latas, as demais estão sendo contadas, nas redes sociais de Leite Moça®, mostrando como a marca impactou as suas vidas.

Presente no Brasil desde 1921, a cada segundo são vendidas 7 unidades de Moça® que, além de leite condensado, atua em outras categoriais: de passar; baking; profissional; sorvetes; chocolates; biscoitos e cereais matinais.

A marca vive um momento especial com expansão de portfólio, apostando em inovações que tragam ainda mais sabor e qualidade para a mesa dos brasileiros.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados