Supermercados dos EUA mudam foco para saúde e bem-estar

Varejistas aumentam comunicação sobre valor nutricional e benefícios à saúde e aceleram farmácias e clínicas dentro das lojas

As redes americanas de supermercados estão fazendo investimentos significativos para ampliar seu papel como destinos de saúde e bem-estar para a população do entorno. Segundo o relatório “2021 Retailer Contributions to Health and Well-being”, desenvolvido pelo Food Marketing Institute (FMI), 84% dos varejistas pesquisados (que somam 27 mil lojas nos EUA) contam com uma estratégia direcionada a esses pontos, desenvolvendo ações de saúde e bem-estar tanto para os clientes quanto para os colaboradores – uma forte alta em relação aos 49% registrados dois anos atrás.

O maior foco em saúde e bem-estar é uma consequência da pandemia, que deixou mais clara a relação entre alimentos e saúde. Por meio de sinalização nas lojas, ações em redes sociais, campanhas de marketing dentro e fora dos PDV, além de ações especiais em aplicativos, as empresas estão investindo em aspectos como informações sobre vacinas, benefícios da alimentação saudável e questões gerais ligadas à saúde.

Outro aspecto dessa tendência é o aumento das áreas nos supermercados dedicados a clínicas de saúde e farmácias: na edição anterior do estudo, em 2019, 42% das empresas contavam com esse tipo de operação em suas lojas, índice que subiu para 54% neste ano.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados