Walmart funde físico e digital em nova loja-conceito

Ponto de venda no estado americano do Arkansas se propõe a atender diversas missões de compra, nas mais diversas categorias, com mais recursos tecnológicos

É em Springdale, no interior do estado americano do Arkansas, que o Walmart está testando uma forma de fazer com que os consumidores tenham uma experiência mais digitalizada de compra nas lojas físicas. A ideia da varejista com seu novo conceito “Time Well Spent” é fazer com que o PDV seja um destino de consumo e, ao mesmo tempo, atenda à demanda por informações e por sortimento que só é possível no online.

O conceito é a segunda fase de um projeto de redesenho das lojas físicas que teve início na pandemia. A primeira fase, apresentada na mesma “loja incubadora” no ano passado e hoje já presente em cerca de mil lojas, teve como foco melhorar a navegação e a localização de produtos no PDV. Nessa nova etapa, o Walmart ampliou os elementos de design físicos e digitais para apresentar os produtos. QR Codes e painéis digitais permitem que os clientes explorem os produtos que desejarem e comprem itens que não estão disponíveis no PDV.

Entre os recursos mais interessantes do novo conceito do Walmart estão:

  • Ativação de produtos: displays em vários departamentos da loja ajudam os clientes a escolher produtos e oferecem uma experiência omnichannel. Na área de Casa, por exemplo, os clientes podem sentir a maciez de um travesseiro e escolher entre diversas opções em um totem interativo.
  • Brand shops: o conceito de “loja dentro de loja” ganha força em áreas como bebê, vestuário e beleza. Os displays digitais mostram uma ampla variedade de produtos e customizam a experiência de acordo com quem está manuseando o equipamento.
  • Espaços de exploração: o Walmart repensou a loja como um espaço que trabalha junto com o online. Assim, o PDV se torna menos um “depósito de produtos” e mais um “lugar de descobertas”. O sortimento da loja é otimizado com os itens de mais saída, enquanto o restante pode ser comprado digitalmente.
  • Digitalização: as telas digitais e os QR Codes oferecem opções extras de produtos, mesmo que não sejam apresentados fisicamente no PDV. Também são oferecidos serviços, como seguros para pets. No caso da área de animais de estimação, todos os itens pesados (como grandes sacos de ração) estão disponíveis online, para que o cliente não precise carregá-los para casa.

O esforço do Walmart em modernizar seus pontos de venda tem valido a pena. A empresa, hoje com mais de 10.500 lojas em 24 países, tem se colocado entre as 15 melhores varejistas em atendimento ao cliente dos Estados Unidos, de acordo com estudos realizados pela dunnhumby.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados