Coca-Cola compra concorrente da Gatorade por US$ 5,6 bilhões

Conheça o negócio entre a Coca e a rival que é a segunda marca de bebidas esportivas mais consumidas nos Estados Unidos

A Coca-Cola confirmou na manhã desta segunda-feira que comprou a participação restante de 85% na empresa de bebidas esportivas BodyArmor por US$ 5,6 bilhões. Em 2018 a companhia já havia adquirido uma fatia minoritária de 15%, com cláusulas que permitiram assumir o controle por um desconto.

“A BodyArmor foi um grande adição ao nosso portfólio nos so portfólio nos últimos três anos, com sua inovação continuada em produtos de hidratação e bem estar”, diz Alfredo Rivera, presidente da Coca-Cola na América do Norte, em nota.

De acordo com a companhia, a BodyArmor vai permanecer como uma divisão independente dentro da estrutura da América do Norte da Coca-Cola, com os co-fundadores Mike Repole e Brent Hastie mantendo seus cargos executivos. O envase e distribuição dos produtos continuará sendo feito pela Coca-Cola.

A BodyArmor hoje é a segunda marca de bebidas esportivas mais vendidas nos Estados Unidos, atrás de Gatorade, com vendas no varejo somando mais de US$ 1,5 bilhão e crescendo 50% ao ano.

Entre os primeiros investidores da BodyArmor estava o jogador de basquete Kobe Bryant, lenda do Los Angeles Lakers, que morreu em um acidente aéreo em 2020. Ele realizou um aporte de US$ 6 milhões, ganhando cadeira no conselho de administração. Seu espólio vai receber mais de US$ 400 milhões na transação de hoje.

“Se não fosse pela visão de Kobe Bryant, a BodyArmor não teria feito o sucesso que conseguiu alcançar hoje. Estou muito animado em me tornar parte da Coca-Cola e planejar o futuro”, fala Mike Repole, co-fundador da empresa.

A Coca-Cola diz que vai financiar a compra da BodyArmor com dinheiro em caixa e que a aquisição está em linha com sua estratégia de alocação de capital em empresas com crescimento acelerado, de expansão de capacidades e eficiências, e que complementem seu portfólio atual de produtos.

A Gatorade ainda domina o mercado de bebidas esportivas, mas a BodyArmor vem ganhando participação de mercado. A empresa espera gerar US$ 1,4 bilhão em receitas no varejo neste ano. Em 2018, quando a Coca-Cola fez seu investimento original, as receitas da empresa eram de US$ 250 milhões.

De acordo com a consultoria Nielsen, a Gatorade, que é subsidiária da PepsiCo, respondeu por 66% dos US$ 8,4 bilhões em receitas no varejo americano de bebidas esportivas em 2020. A BodyArmor teve 18% do mercado e a Powerade, que também é da Coca-Cola, 13%.

No início do ano, a Coca-Cola havia anunciado que estava em negociações para adquirir o controle da BodyArmor. O negócio avalia a BodyArmor em US$ 8 bilhões, de acordo com as fontes.

Fonte: Por Felipe Laurence, Valor

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados