REUTERS/Regis Duvignau

Grupo Carrefour quer zerar emissão de carbono até 2040

Com a chegada da COP26, multinacional anuncia metas para ampliar o uso de energia renovável e reduzir ao máximo as emissões dos gases refrigerantes até 2040

Na esteira da COP21 em 2015, o Carrefour aumentou suas metas para reduzir suas emissões de CO2.  Em seguida, definiu um novo caminho de redução aprovado pela iniciativa Science-Based Target (STBi) em 2020 (compatível com a manutenção do aumento do aquecimento global abaixo de 2 ° C até 2100).  Agora que está começando a COP26, o Grupo está mais uma vez elevando seu objetivo e estabeleceu como meta a neutralidade de carbono até 2040. Para isso, o Grupo pretende reduzir as emissões decorrentes de suas atividades na fonte tanto quanto possível.

Em particular, isso envolverá o uso de eletricidade totalmente renovável até 2030, substituindo todos os seus refrigerantes fluorados por fluidos naturais e reduzindo ainda mais seu consumo de energia.

Uma resposta que atenda às expectativas dos consumidores

Cidadãos e consumidores atribuem grande importância à neutralidade de carbono e ao uso de energias renováveis.  O Grupo Carrefour sabe que é visto como um precursor no setor de varejo e tem como meta a neutralidade de carbono até 2040.

Graças aos seus clientes, fornecedores e parceiros, o Carrefour está implementando soluções para se adaptar às mudanças climáticas e facilitar a transição para uma economia de baixo carbono. Cumprindo os compromissos assumidos pela comunidade internacional, o Carrefour tem constantemente aumentado seu objetivo e intensificado seus esforços para enfrentar as mudanças climáticas.

Novas metas para as principais alavancas de redução de emissões

Em 2020, as metas estabelecidas no âmbito das iniciativas de Metas Baseadas na Ciência foram as seguintes: uma redução de 30% nas emissões até 2030 e uma redução de 55% até 2040 (em comparação com os níveis de 2019).  Isso equivale a uma redução anual nas emissões de 2,5% (para um caminho “bem abaixo de 2 ° C”, a saber

Aprovado pela iniciativa SBTi como sendo compatível com a manutenção do aquecimento global abaixo de 2 ° C até 2100).  O Carrefour está à frente dessas metas – reduziu as emissões em 9% em 2020 em comparação com 2019. Doravante, o plano de ação do Grupo para alcançar a neutralidade de carbono envolverá a redução das emissões de CO2 resultantes de suas atividades na fonte, tanto quanto possível, abordando as seguintes áreas:

Reduzir as emissões decorrentes das atividades do Grupo em 50% até 2030 (ante os níveis de 2019) e depois em 70% até 2040 (ante os níveis de 2019), meta alinhada ao cenário de 1,5 ° C do SBTi. Para fazer isso, o Carrefour está fazendo o seguinte:

Usando 100% de eletricidade renovável até 2030

Para tal, o Grupo dará prioridade à produção in loco – produzir eletricidade para consumo próprio ou injetá-la na rede -, para posteriormente celebrar PPAs (Power Purchase Agreements).  O consumo de eletricidade foi responsável por 58% das emissões de gases de efeito estufa em 2020;

Reduzir o consumo de energia em 27,5% até 2030 (em comparação com os níveis de 2019) – isso é equivalente a mais de 1 milhão de MWh por ano e uma redução de 240.000 toneladas em CO2 equivalente.  Esta redução equivale a 100 milhões de euros em economia anual de energia.  O consumo de energia foi responsável por 66% das emissões de gases de efeito estufa em 2020;

Reduzir as emissões resultantes do uso de refrigerantes em 50% até 2030 e depois em 80% até 2040. Em particular, isso envolverá a substituição de refrigerantes fluorados por novas instalações que usam CO2, em conformidade com o regulamento europeu de gases fluorados. O consumo de refrigerante foi responsável por 34% das emissões de CO2 em 2020.

A liderança do Carrefour quando o assunto é clima

Todas essas iniciativas juntas economizarão cerca de 1.280.000 toneladas de CO2 equivalente até 2040.

Com uma vantagem de dez anos no cumprimento de suas metas para 2050, definidas pelos compromissos que a França e a União Europeia assumiram para alcançar a neutralidade de carbono, o Carrefour está confirmando seu próprio compromisso com a transição alimentar para todos, ambientalmente amigável.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados