Marfrig chega ao Paraguai com frigorífico de U$ 100 milhões

Planta ficará pronta até o final de 2022 e vai abater 1,2 mil animais por dia

A Marfrig comprou um terreno para construir um frigorífico no Paraguai, projeto de cerca de US$ 100 milhões que já estava no radar.

Em setembro do ano passado, a companhia havia anunciado um acordo não vinculante com a associação de pecuaristas do Paraguai para construir uma unidade. O movimento aconteceu após a firma de Marcos Molina desistir de comprar o Frigonorte, uma empresa em dificuldades financeiras.

Ao se associar a um grupo de pecuaristas que possui uma oferta de 350 mil cabeças de gado por ano, a companhia busca resolver o problema de erguer uma nova fábrica, que é contar com matéria-prima, explicou o CEO da Marfrig, Miguel Gularte, em um evento do Credit Suisse em 2020.

O investimento marcará a entrada da companhia no país, onde a rival brasileira Minerva é a maior indústria frigorífica. Atualmente, a Marfrig produz carne bovina no Brasil, Argentina, Uruguai e Estados Unidos. A companhia também produz carne de cordeiro no Chile.

A expectativa é que o abatedouro paraguaio, com capacidade para abater até 1,2 mil animais por dia, fique pronto até o fim de 2022.

De acordo com uma fonte, o abatedouro será construído na cidade de Yby Yaú, no Departamento de Concepción.

A informação sobre a compra do terreno foi divulgada em primeira mão na imprensa paraguaia.

Fonte: Por Luiz Henrique Mendes, Valor

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados