Qual a idade dos clientes das live commerces no varejo?

Consultoria retrata o perfil dos consumidores que adotaram o método de compra na pandemia

Tendência no varejo atual que ganhou espaço durante a pandemia, o live commerce atrai mais o público de 25 a 44 anos. Segundo uma pesquisa feita pelo Grupo Bittencourt, consultoria especializada no desenvolvimento, gestão e expansão de redes de negócios e franquias, essa faixa etária representa mais de 44% do total de compradores do live commerce.

Como essa modalidade de vendas é feita por meio de vídeos ao vivo e transmite a humanização e a experiência do mundo físico para o digital, ela impacta mais essa geração, que transita pelos mais diferentes canais de vendas de forma completamente fluida e compra de acordo com sua necessidade e conveniência.

Além disso, esse público tende a dar preferência para marcas que valorizam o relacionamento, a conexão com o consumidor e que também oferecem uma proposta de valor mais ampla – o que acaba acontecendo nas sessões de live shop.

Público crescente

“Numa sessão de live commerce a atenção do consumidor está direcionada para o conteúdo apresentado. É uma entrega completa de experiência e relacionamento com conexão real e instantânea com os consumidores”, afirma Lyana Bittencourt, CEO do Grupo Bittencourt.

A pesquisa, feita com base nos dados da operação de 2021 da StreamShop, plataforma especializada em live commerce, também aponta que os usuários acima de 55 anos já representam quase 25% do público que participa das lives, o que indica que houve uma digitalização acelerada dos consumidores na pandemia.

“Durante a transmissão do conteúdo, o shopper pode comprar os produtos na mesma tela, sem sair da exibição, o que dá a praticidade que o público jovem e adulto prioriza para as suas compras, uma vez que o checkout é descomplicado e fluído”, destaca Lyana.

Fonte: Mercado & Consumo

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados