Qualidade continua impulsionando crescimento dos supermercados

Estudo mostra que mesmo em empresas que focam em preço, a qualidade dos produtos e da experiência tem um papel essencial para os clientes

Em economias com inflação em alta, o preço se torna cada vez mais importante na decisão de compra dos clientes. Mesmo assim, a qualidade dos produtos, do atendimento e da experiência do consumidor continua sendo essencial na escolha. Um estudo realizado pela Symphony RetailAI mostra que quase dois terços da receita dos supermercados decorrem de consumidores com foco em qualidade.

O levantamento foi feito a partir da análise de 2,2 bilhões de transações em supermercados dos Estados Unidos e da Europa entre julho de 2020 e junho de 2021 e mostra que os consumidores têm uma probabilidade 1,5 maior de migrar para produtos, segmentos e lojas focadas em qualidade do que em preço baixo. A migração para itens de mais qualidade aumentou o tíquete médio em 9%, sendo que menos de um terço desse valor decorreu da inflação no período.

De acordo com Chris Koziol, CEO da Symphony RetailAI, os consumidores estão dispostos a comprar produtos de alta qualidade e produtos premium com base em fatores como o desejo por opções mais saudáveis ou um sortimento de produtos mais assertivo nas gôndolas. “O varejo precisa se basear em dados para segmentar o comportamento dos clientes em relação a preço em cada categoria, geografia e situação de consumo. Não é algo estático, já que mesmo consumidores mais sensíveis a preço se movem em direção à qualidade em categorias ou produtos específicos”, analisa.

Para o executivo, supermercados que entendem melhor as motivações de seus clientes conseguem otimizar o sortimento das lojas e fazer um balanceamento de estratégias promocionais para entregar o que o consumidor deseja e manter margens saudáveis.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados