Setor supermercadista se reúne para discutir o futuro do varejo alimentar

Evento organizado pela Associação Brasileira de Supermercados representa o maior encontro de lideranças do autosserviço nacional

A Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) promove dias 20 e 21 de setembro a primeira convenção presencial do setor desde o início da pandemia. A ideia do 55º encontro, realizado em um hotel em Campinas, é discutir o conceito de “coopetição”, que une as palavras competição e cooperação, estratégia mercadológica que busca resultados positivos para todos através de cooperação mútua. 

Cerca de 400 representantes de 200 empresas e associações do setor são esperados para o evento que contará com a abertura do ministro da Economia Paulo Guedes, do ministro da Cidadania João Roma e do empresário Abílio Diniz, presidente do Conselho de Administração da Península Participações e membro dos Conselhos de Administração do Grupo Carrefour e do Carrefour Brasil.

“A ABRAS entende que a pandemia reforçou a necessidade de um esforço coletivo de colaboração entre os envolvidos para que avancemos em nossos objetivos de modernização e implantação de uma agenda positiva para o setor,” disse João Galassi, presidente da ABRAS. Segundo ele, os participantes de um mesmo mercado não precisam se enxergar como adversários, mas sim buscar práticas que beneficiem a todos. “Queremos que os convidados saiam diferentes da convenção, que levem boas ideias para colocar em prática na modernização das lojas ou no relacionamento com clientes, fornecedores e funcionários”, afirmou Marcio Milan, vice-presidente da ABRAS.

Está programada durante o evento uma palestra com os criadores do conceito da ‘coopetição’, os norte-americanos Adam Brandenuger da New York University e Barry Nalebuff da Yale School of Management. Dante Gallian, professor titular da Escola Paulista de Medina, vai abordar as habilidades humanas aplicadas ao mundo corporativo para criar um ambiente de colaboração e cooperação.  

‘Esse aspecto de trabalhar juntos para aumentar a demanda e ao mesmo tempo concorrer é uma dualidade difícil de gerenciar mas ao mesmo tempo essencial que seja feita na economia moderna. Esse é o foco da nossa palestra e da nossa pesquisa’, afirma Barry Nalebuff.  

Para Adam Brandenuger , “a visão de que para ganhar outros têm que perder é uma abordagem que é  o oposto da coopetição. Então, além de mudar a mentalidade, para fazer negócio a partir da coopetição, você precisa encontrar e trabalhar com outras pessoas que tenham essa mentalidade mais aberta. A coopetição vem naturalmente quando você tem um estrategista que pensa essa dualidade’, concluiu.

De acordo com o vice-presidente de ativos setoriais da ABRAS Rodrigo Segurado “o avanço das tecnologias e os novos hábitos dos consumidores estimulam o crescimento do varejo, que ganha um impulso ainda maior com a aplicação do conceito de coopetição.”

Entre os palestrantes, estão também:  Kristeen Hadeed, fundadora da Student Maid; Nelmara Arbex, sócia da KPMG no Brasil, Robertus Lombert, especialista em marcas; Cláudia Azevedo, CEO da Sonae; e Geoffrey G. Parker, da Thayner School – Darmouth College e MIT Sloan School.

Veja abaixo a programação completa.

Como participar 

O evento será realizado presencialmente apenas para convidados e seguirá os protocolos sanitários determinados pelas autoridades por conta da pandemia da covid-19. Todos os participantes do evento, incluindo imprensa, serão testados. Interessados em participar virtualmente devem acessar o site www.convencaoabras.com.br e adquirir o convite que dá acesso às transmissões do evento.

Programação completa

20 de setembro – segunda-feira

11h – Solenidade de abertura

Dário Saadi – Prefeito de Campinas

João Galassi – Presidente da ABRAS

11h30 – Perspectivas Econômicas e Empresariais

Paulo Guedes – Ministro da Economia

Abílio Diniz – Empresário, presidente do Conselho de Administração da Península Participações e membro dos Conselhos de Administração do Grupo Carrefour e do Carrefour Brasil

João Galassi – Presidente da ABRAS

14h – Painel Futuro do Varejo 

Cláudia Azevedo – CEO da SONAE

16h50 – Painel Empatia

Dante Gallian –  Sócio-fundador da Responsabilidade Humanística

18h15 – Painel Liderança

Kristen Hadeed – CEO e fundadora da Student Maid

21 de setembro – terça-feira

9h – Painel ESG

Nelmara Arbex – Líder de ESG da KPMG

11h40 – Painel Marcas

Robertus Lombert – Partner – IPLC (International Private Label Consultant)

15h30 – Painel Coopetição

Adam Brandenburger – NYU Stern School of Business – J.P. Valles Professor

Barry Nalebuff – Yale School of Management

18h10 – Painel Plataforma

Geoffrey G. Parker – autor do livro Plataforma – O futuro da estratégia  

Participações internacionais

Kristen Hadeed –  CEO e fundadora da ‘Student Maid’, empresa de limpeza que empregou milhares de ‘millennials’ na última década, é conhecida por construir uma nova geração de líderes. Além de liderar a própria empresa, atualmente ajuda organizações em todo o mundo a causar um impacto duradouro e significativo nas pessoas, criando ambientes nos quais elas prosperem. Em 2017, Kristen escreveu o livro ‘Permission to Screw Up’, no qual conta as histórias dos principais erros que cometeu como líder.

Adam Brandenburger e Barry Nalebuff – Professores de Economia nas Universidades de Harvard e Yale respectivamente e especialistas no campo da Teoria dos Jogos, Teoria da Informação e Estratégia de Negócios. Desenvolveram o modelo de coopetição em meados dos anos 1990 do século 20, baseados em casos reais de diferentes indústrias. Defendem que a cooperação entre competidores pode melhorar a performance de todos no mundo dos negócios.

Geoffrey G. Parker – estudioso cujo trabalho se concentra na inovação distribuída, nos mercados de energia e na economia da informação. Co desenvolveu a teoria dos mercados bilaterais com Marshall Van Alstyne. Parker é professor de ciência de gestão da Universidade de Tulane e professor do MIT e do MIT Center for Digital Business. Autor do livro Plataforma – O futuro da estratégia, incluído entre os 16 livros essenciais de negócios pela Forbes em 2016. 

ABRAS 2021

A atuação da ABRAS em 2021 foi marcada por ações em busca do fortalecimento do crescimento sustentável do setor. Em março, a associação lançou a campanha Super Essencial, que arrecadou recursos revertidos em cartões no valor de 100 reais, distribuídos para a população vulnerável fazer compras nos supermercados de todo o país. 

A busca por uma agenda moderna se consolidou em junho, com a organização do 1º Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, que reuniu virtualmente ministros, lideranças da cadeia de abastecimento e do mercado de capitais para debater soluções em ESG, ou seja, com foco em governança social e ambiental.

“Tivemos um primeiro semestre bastante produtivo e estamos focados em manter e ampliar nossa atuação com comprometimento em benefício do consumidor, funcionários e nossos associados”, conclui Galassi.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados