Coca-Cola endurece meta global de sustentabilidade

Grupo praticamente dobra a meta e antecipa seu cumprimento em 5 anos para ajudar o planeta

De olho na reduçao de resíduos plásticos, a Coca-Cola Company anunciou a meta de aumentar a participação de suas bebidas em embalagens retornáveis/recicláveis. A empresa se comprometeu a vender 25% das bebidas em embalagens retornáveis até 2030, acima dos atuais 16%. A promessa responde a proposta dos acionistas pedindo à empresa que estabeleça metas mais fortes de retornáveis.


“Temos o prazer de ver a empresa aumentar seu compromisso com as garrafas reutilizáveis como um método comprovado para reduzir os resíduos plásticos de uso único e promover uma economia circular para embalagens”, disse Conrad MacKerron, vice-presidente sênior da As You Sow, organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo promover questões ambientais, sociais e de geração de valores aos acionistas. “Concordamos com a empresa que as embalagens reutilizáveis estão entre as formas mais eficazes de reduzir o desperdício, usar menos recursos e diminuir as emissões de carbono. Essa ação tem o potencial de reduzir substancialmente a quantidade de garrafas plásticas de uso único, que muitas vezes acabam poluindo os oceanos.”


Uma análise recente da Oceana indicou um potencial considerável para diminuir o plástico nos oceanos, aumentando a participação de mercado dos retornáveis. Concluiu que aumentar a participação de garrafas retornáveis em 10% em todos os países costeiros no lugar de garrafas PET de uso único poderia reduzir a poluição com garrafas plásticas em 22%.


Quase metade das embalagens da empresa consiste em garrafas PET de uso único, gerando 3 milhões de toneladas de embalagens plásticas anualmente, o equivalente a produzir 200.000 garrafas por minuto. Garrafas de uso único são muito mais propensas a serem descartadas incorretamente poluindo os oceanos e prejudicando a vida marinha. Os retornáveis oferecem oportunidades significativas para redução de custos em comparação com plástico de uso único, uma vez que não precisam ser remanufaturados cada vez que são usados.


A Coca-Cola possui larga experiência em operações de garrafas retornáveis em diversos mercados. Os retornáveis demonstraram capacidade de reduzir consideravelmente os resíduos plásticos, proporcionando lucros substanciais com uma taxa de coleta de 90%.

As garrafas podem ser reutilizadas de 20 a 40 vezes. Em comparação, menos de 30% das bebidas em embalagem PET de uso único são recicladas nos EUA.

Os retornáveis representam 50% ou mais das vendas das empresas em mais de 20 mercados globais, e 25% ou mais em outros 40 mercados, mas a Coca-Cola não havia se comprometido até agora a aumentar estrategicamente as metas e cronogramas de retornáveis, exceto em um país – o Brasil.


A garrafa universal foi introduzida pela primeira vez em 2018 pela Coca-Cola Brasil e agora é utilizada também na Argentina, Chile, Colômbia, México, Guatemala e Panamá

Fonte: Engarrafador Moderno

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados