Fórum de Bioinsumos e Agricultura Regenerativa reúne especialistas em ESG

 O World Food Day Americas discute sistemas agroalimentares mais eficientes, inclusivos, resilientes e sustentáveis sob quatro pilares: Melhor Produção, Melhor Nutrição, Melhor Meio Ambiente e uma Vida Melhor

Acontece nesta sexta-feira o Primeiro Fórum de Bioinsumos e Agricultura Regenerativa que debate questões relacionadas às nossas ações em meio ao nosso futuro. O futuro da humanidade depende da nossa capacidade de criar um sistema alimentar que apoie pessoas saudáveis e um planeta saudável. O crescimento contínuo da população e as mudanças nos hábitos alimentares aumentarão essas crises.

Pensando nisso, especialistas celebram este ano o Dia Mundial da Alimentação Américas discutindo ações no setor alimentício para tornar a transformação para sistemas agroalimentares mais eficientes, inclusivos, resilientes e sustentáveis sob os quatro melhores – Melhor Produção, Melhor Nutrição, um Ambiente Melhor e uma Vida Melhor – e não deixando ninguém para trás.

Os sistemas alimentares de hoje estão superando os recursos do planeta, enquanto as dietas atuais estão resultando em crises globais de saúde, tanto em excesso quanto em desnutrição. Esses e muitos outros assuntos estão sendo abordados no WORLD FOOD DAY AMÉRICAS 2021 que termina hoje e cujo tema principal é: os Sistemas agroalimentares mais eficientes, inclusivos, resilientes e sustentáveis: Melhor Produção, Melhor Nutrição, Melhor Meio Ambiente e uma Vida Melhor. Como não deixar ninguém para trás.

O Quadro Estratégico da ONU coloca a Agenda 2030 no centro e tem como objetivo aumentar a preparação e a eficácia para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), utilizando os principais ODS e seus indicadores, e com a lente norteadora do ODS 1 (Sem pobreza), ODS 2 (Sem fome) e ODS 10 (Desigualdades Reduzidas).

A narrativa estratégica é apoiar a transformação para sistemas agroalimentares mais eficientes, inclusivos, resilientes e sustentáveis sob os quatro melhores – Melhor Produção, Melhor Nutrição, Melhor Ambiente e uma Vida Melhor – e não deixando ninguém para trás. As Áreas Prioritárias do Programa (PPAs) da FAO foram colocadas sob os quatro melhores. Nesse contexto, por exemplo, a Melhor Produção inclui inovação verde, transformação azul, One Health, pequenos produtores e agricultura digital.

A Melhor Nutrição abrange dietas saudáveis para todos, nutrição para os mais vulneráveis e  alimentos seguros, redução da  perda e desperdício de alimentos, bem como mercados transparentes e comércio.

O Melhor Meio Ambiente inclui  mitigação das mudanças climáticas, sistemas alimentares sustentáveis, bioeconomia, biodiversidade e serviços ecossistêmicos para alimentos e agricultura. A Melhor Vida inclui transformação rural inclusiva, empoderamento das mulheres rurais, sistemas de alimentação urbana emergencias, sistemas agroalimentares resilientes,  bem como a ampliação dos investimentos.

Especialistas defendem a ideia de que é necessário ampliar o uso de insumos biológicos na agricultura para contribuir com a sustentabilidade da atividade e  segurança alimentar, e claro, para atender a crescente demanda dos mercados.

Participam do Primeiro Fórum de Bioinsumos

Tiago Gomes, um profissional de Investimento e Head de ESG para América Latina na GEF Capital Partners que lidera os esforços de investimentos relacionados ao tema de agricultura sustentável. Também trabalhou para o banco Standard Chartered em Nova York e Cingapura, onde liderou investimentos em infraestrutura e energia.

Christian Lohbauer, foi Diretor Executivo da Associação Brasileira dos Exportadores de Frangos – ABEF (2006-2009), Presidente Executivo da Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos – CitrusBR (2009-2013) e Vice-Presidente de Assuntos Corporativos da Bayer no Brasil (20013-2018). Atualmente é Presidente Executivo da CropLife Brasil, Diretor do Conselho de Agricultura da Fiesp (COSAG/Fiesp) desde 2006.

Alessandro Cruvinel é engenheiro agrônomo e produtor rural, com especialização em marketing e mestrado em administração e desenvolvimento rural. Atualmente trabalha no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Preside o Conselho Estratégico do Programa Nacional de Bioinsumos.

Rogério Vian, Atual presidente e um dos fundadores do Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS). É técnico agrícola, engenheiro agrônomo e agricultor nos municípios goianos Mineiros e Caiapônia. Cultiva soja orgânica em larga escala, milho, sorgo, cana-de-açúcar, eucalipto, mix de plantas de cobertura e gergelim, e está iniciando o plantio de café orgânico. Também participa das Diretorias da Aprosoja-GO, IGA e Agopa.

Adriana Regina Martin, tem experiência profissional de mais de 25 anos, atuando como gestora em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, PD&I, no setor privado, em grandes empresas como BRF (Sadia, Perdigão e Qualy), Huntsman Química Brasil, em startups e em consultorias de Inovação.

Roberto Rossi, graduado em Engenheira Agronômica pela USP, Pós Graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela FGV com Especialização em Gestão Executiva pela Unicamp.
Atualmente é Diretor de Negócios na Coplacana e já teve passagens profissionais pela Cargill, Cosan e Raízen nas áreas de originação de grãos e Supply Chain.

Gustavo Ranzani Herrman, bacharel em  Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (ESALQ / USP); MBA em Investimento, Gestão e Planejamento na Indústria de Cana PECEGE / ESALQ / USP; Presidente ABCBio (Associação Nacional da Indústria de Biocontrole – 2013/2014 e 2017/2018); Membro do conselho CropLife Brasil (2020/2021); Diretor Comercial Koppert do Brasil (2011 – presente).

Mais informações pelo site https://worldfoodday.com.br/


Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados