PepsiCo lança plataforma de sustentabilidade para toda cadeia

A transformação estratégica de ponta a ponta Pep+ prevê três pilares para sua adoção até 2030

A PepsiCo anuncia o lançamento de PepsiCo Positive (pep+), uma plataforma de ponta a ponta que coloca a sustentabilidade no centro de como a empresa cria crescimento e valor, operando dentro dos limites do planeta e inspirando mudanças positivas para o meio ambiente e as pessoas. pep+ guiará como a PepsiCo opera seu negócio: desde a obtenção de ingredientes, fabricação e venda de seus produtos de uma forma mais sustentável, até envolver as pessoas a fazerem escolhas que são melhores para si e para o planeta.

“Pep+ é o futuro da nossa empresa – uma transformação fundamental do que fazemos e como fazemos para criar crescimento e valor compartilhado com sustentabilidade e capital humano no centro de tudo. Isso reflete uma nova realidade de negócios, onde os(as) consumidores(as) estão se tornando mais interessados ​​no futuro do planeta e da sociedade”, disse Ramon Laguarta, Presidente e CEO da PepsiCo. “O pep+ mudará nossas marcas e como elas ganham no mercado. Por exemplo, imagine que LAY’S® começará com uma batata cultivada de forma sustentável em um campo regenerativo e, em seguida, será entregue por meio de uma cadeia de abastecimento Net-Zero e de impacto hídrico positivo, vendida em uma embalagem bio-compostável, e com os níveis mais baixos de sódio no mercado. Isso é uma escolha positiva. É assim que o pep+ será melhor para as pessoas, para o planeta e para o nosso negócio. Agora, imagine a escala e o impacto quando aplicado a todas as nossas 23 marcas globais, de bilhões de dólares”.

pep+ impulsiona a ação e desencadeia o avanço em três pilares principais da PepsiCo, trazendo metas importantes a serem conquistadas:

• Agricultura Positiva: a PepsiCo está trabalhando para disseminar práticas regenerativas em toda a sua área agrícola, cerca de 2.8 milhões de hectares, até 2030, além de melhorar os meios de subsistência de mais de 250 mil pessoas em comunidades agrícolas em todo o mundo.

• Cadeia de Valor Positiva: construir uma cadeia de valor circular e inclusiva por meio de ações para:

• Atingir emissões de carbono Net-Zero até 2040;

• Atingir impacto hídrico positivo até 2030;

• Introduzir embalagens mais sustentáveis na cadeia de valor;

• Reduzir o uso de plástico virgem em 50% em seu portfólio global de alimentos e bebidas até 2030¹, usando 50% de conteúdo reciclado em suas embalagens de plástico, entre outras iniciativas. No Brasil, por exemplo, a companhia também extinguiu o uso do shrink, plástico que envolvia os canudos das embalagens de TODDYNHO®, substituindo os canudos de plástico para canudos de papel.

• Avançar em sua jornada de diversidade, equidade e inclusão , investindo mais de US﹩ 570 milhões em iniciativas e projetos para alavancar a temática. No Brasil, a PepsiCo e a PepsiCo Foundation investirão R﹩16,5 milhões em projetos de impacto social até 2022, que beneficiarão mais de dois milhões de brasileiros(as). Para isso, a companhia firmou parceria com cerca de 20 organizações não-governamentais com foco em fomentar o empreendedorismo de pessoas negras e de mulheres; formação de jovens profissionais das periferias; acesso à água e combate à fome. E, recentemente, integrou o MOVER, Movimento pela Equidade Racial, formado por grandes empresas que visam gerar 10 mil novos postos de liderança para pessoas negras, além de oportunidade para 3 milhões de pessoas negras nos próximos anos,

• Introduzir um novo programa global de voluntariado, “Um Sorriso de Cada Vez”, para incentivar, apoiar e capacitar cada um de seus 291 mil funcionários(as) para causar impactos positivos em suas comunidades locais.

• Escolhas positivas: manter a evolução de seu portfólio de alimentos e bebidas, incluindo:

• Incorporar ingredientes mais diversos em produtos alimentícios novos e nos já existentes para que sejam melhores para o planeta e/ou que proporcionem benefícios nutricionais. No Brasil, nas linhas de snacks, a companhia já reduziu o sódio em 45% em CHEETOS®; 15% em DORITOS®; 30% em LAY’S® e 30% em FANDANGOS®.

• Acelerar sua redução de açúcares e sódio adicionados por meio de metas embasadas cientificamente em todo o seu portfólio, bem como, fabricar seus produtos utilizando óleos mais saudáveis.

• Continuar a dimensionar novos modelos de negócios que exigem pouca ou nenhuma embalagem de uso único.

As marcas do portfólio de alimentos e bebidas da empresa estão acelerando seus esforços para concretizar a visão de embalagens sustentáveis ​​da PepsiCo e utilizando sua influência para educar os(as) consumidores(as) sobre a reciclagem e os impactos de suas escolhas para o planeta.

Pep+ já é uma realidade no Brasil

Para o presidente da PepsiCo Brasil Alimentos, Alex Carreteiro, pep+ consolida e traz visibilidade para práticas que a empresa já constrói e desenvolve há anos, e representa a aceleração dessa agenda. “pep+ transformará a forma como a PepsiCo obtém nossos ingredientes, fabrica nossos produtos e como inspiramos os consumidores a agir. No Brasil, são inúmeras as iniciativas que já colocam a sustentabilidade e o impacto social no centro de tudo o que fazemos, o pep+ incorpora a sustentabilidade em todos os nossos negócios, o que é essencial para proteger o futuro dos negócios e o futuro do nosso planeta e de nossas pessoas”, comenta o executivo.

No Brasil, no Agro da PepsiCo, o Programa de Agricultura Sustentável (SFP), lançado há quase 25 anos, leva aos(às) produtores(as) parceiros(as) as melhores práticas regenerativas de cultivo e novas tecnologias e, ainda, replica experiências positivas e gera uma maior rentabilidade e produtividade aos(às) parceiros(as). Por meio do programa, a companhia também promove o fomento à diversidade e à equidade de gênero no campo e o respeito aos direitos humanos e às legislações.

Como resultado, os snacks de batatas do portfólio da PepsiCo, como LAY’S®, RUFFLES® e Batata Palha ELMA CHIPS® são desenvolvidos com batata de verdade, com processo de produção que prioriza a sustentabilidade, fazendo a maioria dos produtos chagarem fresquinhos nos pacotes em até 48 horas. Essa certificação é obtida por meio do cumprimento de mais de 150 requisitos internacionais do programa.

Além disso, em 2018, a PepsiCo tomou a iniciativa de reduzir a quantidade de água limpa e potável usada das estações de beneficiamento que lavam as batatas, para diminuir o desperdício. O resultado foi a redução de 60% do uso de água limpa, que representa cerca de 50 milhões de litros de água desde o início do projeto.

Compartilhe esta noticia!

Posts Relacionados